Geral

Operação da PF combate tráfico de drogas sintéticas em SC

A Polícia Federal (PF), com apoio da Receita Federal e da Polícia Militar de Santa Catarina, deflagrou na manhã desta quarta-feira (16) a Operação Rota do Espantalho, para combater um grupo criminoso de tráfico de drogas sintéticas, com atuação no litoral norte de Santa Catarina, para venda em eventos locais e em outros estados.

Cerca de 80 policiais federais cumprem 16 mandados de busca e seis de prisão temporária, nos estados de Santa Catarina e do Paraná. As ordens judiciais foram expedidas pela 1ª Vara Criminal da Justiça Estadual em Joinville.

De acordo com a PF, as apurações apontaram que os investigados, que se passavam por empresários, realizavam a compra injustificada de produtos químicos para a fabricação de drogas sintéticas, como tricloroetileno, ácido clorídrico, helional, isopropanol e outros.

“As substâncias eram adquiridas em duas lojas de produtos químicos de Joinville e em seguida eram levadas para laboratórios clandestinos, onde eram empregadas na fabricação de drogas como ecstasy em grandes quantidades”.

Os investigados responderão pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, cujas penas máximas somadas chegam a 25 anos de reclusão. Os presos serão conduzidos às sedes da PF em Joinville e Itajaí, onde serão interrogados e, depois, levados ao presídio regional de Joinville, onde ficarão à disposição da Justiça.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?