• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias27/11/2021

Pacheco: temos que estabelecer enfrentamento ao coronavírus como prioridade

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo27/11/21 - 11h45min

O presidente do Senado, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse que o enfrentamento ao coronavírus deve ser uma prioridade no País nesse momento. "O enfrentamento do coronavírus para conter a pandemia e conter a fome e miséria no Brasil são focos que nós temos que estabelecer como prioridades absolutas nesse momento", disse Pacheco durante o "Fórum Brasil de Ideias", conforme nota divulgada em seu site oficial sobre evento realizado na noite de ontem em Chapada dos Guimarães (MT). "É o foco imediato que temos que ter, da contenção da pandemia, e depende da responsabilidade nossa, dos brasileiros, e do combate à fome, à miséria, que são problemas gravíssimos que nós temos que resolver para ontem", afirmou.

Segundo Pacheco, o prognóstico da pandemia "não é bom" diante da detecção de uma nova variante do vírus, chamada de ômicron pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e os cuidados devem ser redobrados. "Agora o tema que vai acabar suscitando muitas discussões, como a questão do Carnaval, das festas de Ano-Novo, e é muito importante que os brasileiros e as brasileiras tenham muita responsabilidade nesse momento de enfrentamento ao coronavírus", afirmou o presidente do Senado.

Pacheco disse também que, em meio ao cenário atual da pandemia, o trabalho do Senado tende a ser voltado para a resolução das demandas mais urgentes do País. "Uma realidade atual dos problemas que nós temos que resolver, para hoje, que são esses que vocês estão acompanhando relativamente aos precatórios, à responsabilidade fiscal, a um programa social, e pensar um Brasil para o futuro que seja, sobretudo, planejado", apontou.

Ainda no evento, Pacheco descartou a possibilidade de avaliar uma eventual candidatura para as eleições de 2022, alegando que no momento o País passa por crises agudas. "Não tem o que se avaliar nesse momento de candidatura, isso ficará para 2022", disse. Ele é cogitado a concorrer à Presidência da República pelo PSD.

Contato: isadora.duarte@estadao.com

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais