Notícias

Paraná estuda criar instituto de desenvolvimento rural com fusão de órgãos

São Paulo, 24 – A Secretaria de Agricultura e do Abastecimento do Paraná estuda unir várias empresas abrigadas na pasta em uma só, dando origem ao Instituto Paranaense de Desenvolvimento Rural. A proposta foi apresentada na segunda-feira (22) a representantes de sindicatos e entidades do setor, informa a secretaria, em nota divulgada em seu site.

Desta forma, seriam fundidos o Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), a Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná (Codapar) e o Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA), criando o instituto acima citado. Para o diretor-geral da secretaria, Rubens Niederheitmann, a proposta visa a racionalização dos recursos, tanto humanos, quanto financeiros e de infraestrutura. “Entretanto, mais do que a redução de custos, a maior preocupação é com o desenvolvimento rural, onde são importantes tanto a pesquisa, quanto a extensão, o fomento e a agroecologia”, afirmou.

Segundo o diretor-presidente da Emater, Natalino Avance de Souza, o projeto de fusão representa uma nova lógica de gestão que deve beneficiar principalmente a agricultura familiar. “Desejamos uma instituição mais ágil e eficiente, com melhor qualidade de entrega de resultados para o público. Isso é modernização”, destacou.

Para os próximos dias estão previstas reuniões com os servidores do Sistema Estadual da Agricultura (Seagri), Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Estado do Paraná (Fetaep), Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep) e Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), entre outras.