Economia

Pesquisa dos estoques privados de arroz da Conab começa no dia 2

Crédito: Divulgação

Produtores e armazenadores de arroz nos Estados de Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Santa Catarina começam a receber as senhas de acesso ao Sistema de Pesquisa de Estoque Privados (Sipesp) a partir desta sexta-feira, 28 (Crédito: Divulgação)

São Paulo, 28 – Produtores e armazenadores de arroz nos Estados de Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Santa Catarina começam a receber as senhas de acesso ao Sistema de Pesquisa de Estoque Privados (Sipesp) a partir desta sexta-feira, 28. Essa é a primeira etapa para a pesquisa de estoques privados de arroz realizada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A abertura do sistema para início da pesquisa ocorre na próxima segunda-feira, 2, e o preenchimento das informações deverá ser feito até o dia 22 de março, com a posição dos estoques em 29 de fevereiro de 2020, informa a Conab, em comunicado.

+ Conab reajusta preços mínimos da laranja, trigo e arroz
+ Início da colheita de arroz segura cotações no RS
+ Cotação do arroz avança 6,5% em janeiro no RS 

Aqueles que não têm cadastro no Sipesp e não receberam as senhas de acesso, poderão baixar o formulário “Boletim de Levantamento de Estoque – Arroz – 2020”, disponível no site da companhia. Com as informações preenchidas, o documento deverá ser enviado para o e-mail estoque-privado@conab.gov.br, respeitando a data limite da pesquisa.

A Conab destaca que os volumes devem ser informados separadamente, por unidade armazenadora, cadastrada ou não, e por tipo (casca ou beneficiado), sem incluir os estoques da nova safra. Mesmo que o produtor ou armazenador não tenha estoques na data de referência indicada, o formulário deve ser preenchido. Além dos dados do produto, também deverá ser informado o segmento de armazenadores e as características das unidades onde é feita a conservação do arroz.

Tópicos

arroz conab cotação