• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 185 08.04Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 185 08.04Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias28/01/2022

Petrobras bate recordes na venda e produção de diesel S-10 e prevê fim do S-500

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo28/01/22 - 13h12min

A Petrobras atingiu recorde anual de produção e vendas do diesel S-10, combustível com baixo teor de enxofre e que custa um pouco mais caro do que o diesel S-500. A estatal registrou aumento de 34,7% na comercialização do produto em relação a 2020, com a venda de 25,8 bilhões de litros de S-10, e incremento de 10% na produção, que alcançou 21,2 bilhões de litros.

Apesar do aumento da produção, a Petrobras ainda precisa importar o diesel menos poluente, mas planeja investir US$ 2,6 bilhões na expansão da capacidade de suas refinarias até 2026, o que vai significar a produção adicional de mais de 300 mil barris por dia de óleo diesel S-10.

"Ao final desse prazo, todo o óleo diesel produzido pela Petrobras será S-10", disse a empresa em nota.

Atualmente, o S-10 é comercializado nos postos de abastecimento a R$ 5,638 o litro, enquanto o S-500 custa em média R$ 5,582 por litro, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

De acordo com a Petrobras, o crescimento do consumo do óleo diesel S-10 ocorre de forma associada à modernização da frota nacional, garantindo os melhores resultados ambientais e econômicos. Atualmente, a venda do S-10 corresponde a mais da metade das vendas totais de diesel da Petrobrás.

"Os números refletem os esforços da companhia para ampliar a oferta do produto com menor teor de enxofre e que atende às tecnologias mais modernas de motores em uso no Brasil", afirmou a empresa.

A estatal explica que os veículos produzidos a partir de 2012 devem usar o óleo diesel S-10, que permite atender aos limites de emissões definidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

"O uso do óleo diesel S-10 em veículos produzidos antes de 2012 não causa nenhum problema em relação ao uso ou às emissões de poluentes locais, mas pode representar um aumento do consumo", informou a companhia.

Já o diesel S-500 é destinado a veículos produzidos até 2011 e garante a esses veículos um menor consumo, com atendimento às legislações de emissões vigentes.

"O óleo diesel S-10 é essencial para o desempenho dos motores produzidos a partir de 2012, com impactos positivos na redução de emissões de material particulado em até 80% e de óxidos de nitrogênio em até 98%", explicou a Petrobras.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais