Notícias

Petróleo fecha em alta após sessão volátil, com foco em China e payroll dos EUA

O petróleo encerrou em alta nesta sexta-feira, 7, em dia marcado pela volatilidade nos contratos futuros da commodity energética em meio ao relatório de empregos dos Estados Unidos, o payroll, de abril. O óleo acentuou quedas nos minutos seguintes à divulgação dos números, bem abaixo das expectativas de analistas, mas retomou o avanço visto no começo da sessão diante da queda do dólar. Investidores ficaram atentos também aos dados da balança comercial da China.

O barril do petróleo WTI com entrega prevista para junho fechou em alta diária de 0,29% (+US$ 0,19), e semanal de 2,08%, a US$ 64,90, na New York Mercantile Exchange (Nymex). Já o Brent para julho avançou 0,28% hoje (+US$ 0,19) e 2,28% na semana, a US$ 68,28 o barril, na Intercontinental Exchange (ICE).

De início, o payroll fraco repercutiu negativamente sobre os contratos de petróleo, mas o movimento não se sustentou à medida que o dado de emprego provocou também uma queda do dólar ante moedas rivais, favorecendo a commodity, que é cotada na divisa americana.

Investidores ainda apostaram na recuperação da demanda pelo óleo diante de dados acima do esperado na China e na Alemanha. Enquanto o gigante asiático, um dos maiores compradores de petróleo, registrou alta anual de 43,1% nas importações em abril, o país europeu viu um crescimento de 2,5% na produção industrial de março ante fevereiro.

O Commerzbank aponta, no entanto, que houve uma desaceleração nas importações de petróleo na China, refletindo a alta nos preços da commodity no mês passado. Ainda assim, o banco alemão prevê um cenário positivo no segundo semestre, com a provável recuperação da demanda global e se a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) se manter “disciplinada” em sua oferta. Nesse contexto, o Commerzbank decidiu revisar para cima a sua projeção para o preço do Brent, para US$ 70 no fim deste ano, e US$ 75 no término de 2022.

Há, porém, riscos à recuperação da demanda, ressalta o banco, em especial se a pandemia de coronavírus durar além do esperado. Ontem, a Índia, terceiro maior importador de petróleo, renovou mais uma vez o seu recorde diário de casos e mortes por covid-19. Há ainda preocupações de que uma variante local do vírus se espalhe globalmente.

No noticiário do setor de energia, a Baker Hughes, empresa que presta serviços ao setor, afirmou que o número de poços e plataformas de petróleo em atividade nos EUA avançou 2 na última semana, a 344.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

petroleo