• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 185 08.04Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 185 08.04Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias30/08/2021

PF descobre empresas de fachada que lavaram R$ 63 milhões do tráfico

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo30/08/21 - 10h45min

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta segunda-feira, 30, a Operação Arremedo para desarticular suposta associação criminosa voltada ao tráfico de drogas que usava um carro similar ao dos Correios para transportar carregamentos de entorpecentes. De acordo com a corporação, as diligências têm o objetivo de bloquear o patrimônio da quadrilha.

Agentes cumprem quatro mandados de prisão temporária, 12 de constrição de bens e direitos e fazem buscas em cinco endereços de São Paulo, Barueri (SP), Mairiporã (SP) e Rio de Janeiro. Os investigados poderão ser responder pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

As ordens foram expedidas pela 1ª Vara de Crimes Tributários, Organização Criminosa e Lavagem e Bens e Valores de São Paulo, que ainda quebrou os sigilos bancário e fiscal de doze pessoas físicas e jurídicas.

De acordo com a PF, levantamentos preliminares apontam o envolvimento de uma empresa investigada em movimentações atípicas de mais de R$ 63 milhões. Em razão de tal suspeita, foi determinado o bloqueio dos ativos financeiros dos investigados, com limite de R$ 7 milhões para cada uma das pessoas jurídicas e R$ 3,5 milhões para cada um dos demais alvos da ofensiva.

Os investigadores apontam que, ao longo das apurações, duas pessoas foram presas com cerca de 140 quilos de cocaína. A partir da análise de informações, inclusive relatórios do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), foi possível identificar o suposto fornecedor da droga, também responsável pelo uso de duas empresas para lavagem.

Segundo a PF, o nome da ofensiva, "Arremedo" faz referência à reprodução ilegal do veículo dos Correios, usado pela organização criminosa.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
DROGAS