Economia

PIB agropecuário paulista avança 1,5% em 2019, após 2 anos de queda, diz Cepea

Crédito: Arquivo/Dinheiro Rural

O PIB agro paulista foi impulsionado principalmente pelo setores de cana-de-açúcar, laranja e milho (Crédito: Arquivo/Dinheiro Rural)

São Paulo, 31 – O Produto Interno Bruto (PIB) do setor agropecuário paulista voltou a crescer, após dois anos seguidos de recuo. Conforme nota do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq-USP), o PIB agro de São Paulo avançou 1,5% em 2019, após queda em 2017 e 2018. Em relação ao PIB total do Estado, o setor agropecuário representou 12% do total – o Cepea não mencionou valores, apenas porcentagens.

O Cepea informa que o setor pecuário impulsionou o PIB paulista, com avanço de 5,44% em 2019 ante 2018, em razão da maior demanda externa por carnes, principalmente da China, cujos plantéis de suínos foram assolados pela peste suína africana (PSA), obrigando o gigante asiático a importar mais proteína animal.

+ Com pandemia, Ipea prevê quedas de até 1,8% para o PIB 2020
+ Monitor do PIB aponta alta de 0,7% em janeiro ante dezembro, diz FGV 

Já o setor agrícola cresceu 0,6% em 2019, com influência positiva “dentro da porteira”, “tendo em vista o resultado fraco da agroindústria e agrosserviços. O PIB agro paulista foi impulsionado principalmente pelo setores de cana-de-açúcar, laranja e milho.

O Cepea explica, ainda, que o agronegócio paulista é caracterizado por grande predominância de atividades de base vegetal e dos segmentos a jusante da agropecuária (indústria e serviços), sendo um grande processador de matérias-primas de outros Estados. “Por isso, mesmo com o excelente desempenho dentro da porteira, sobretudo da pecuária, o crescimento do PIB do agronegócio de São Paulo em 2019 foi limitado pela estagnação agroindustrial e pela fraca expansão dos agrosserviços.”

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro