Geral

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa

Crédito: Divulgação

Dos 720 chamamentos feitos, 85 se referiam a esse tipo de veículo (Crédito: Divulgação)

De todas as 720 campanhas de recalls realizadas por montadoras durante o ano passado, 85 se referiam a problemas com picapes. É o que diz um levantamento elaborado pelo aplicativo Papa Recall, que informa motoristas a respeito de recalls disponíveis. O número representa 11,8% do total de chamados efetuados.

As campanhas foram realizadas pelas montadoras Ford, Chevrolet, Toyota, VW, Nissan, Fiat, Mitsubishi e Ram. O problema mais recorrente envolveu os airbags, responsáveis por 22 do total de 85 recalls, cerca de 25%.

+ Peugeot apresenta nova picape Landtrek para concorrer com Hilux e S10
+ Nova Ram 2500 Laramie chega ao mercado brasileiro por R$ 289.900
+ Ford apresenta Ranger 2020 para produtores rurais em feira no Paraná por R$ 113.900

O estudo também avaliou o número de automóveis comerciais leves emplacados na base de dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Em 2019, foram emplacadas 396.959 picapes ante 368.370 no ano anterior, uma alta de 7,76%.

Na análise por região, o Sudeste respondeu por 40,99% do total, seguido pela região Sul (19,97%), Nordeste (15,89%), Centro-Oeste (12,95%) e Norte (10,20%). Entre esses veículos, os mais emplacados no ano passado foram a Fiat Strada em primeiro lugar, com 76.223 emplacamentos, e a Fiat Toro em segundo, com 65.566.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro