Geral

Pinguins podem disparar suas fezes a mais de um metro

Crédito: Pixaby

Os pesquisadores observaram uma alta pressão no trato digestivo dos pinguins (Crédito: Pixaby)

Os cuidadores de pinguins têm debatido sobre qual é a distância social segura a se manter do animal para não ser atingido por fezes. Pensando em resolver o problema, um estudo desenvolvido no Japão descobriu que as aves podem disparar suas fezes pelo reto com tanta força que alcançam mais de 1,2 metro de distância.

Sua alta “pressão retal”, que pode atingir 7 km/h, permite que os pinguins garantam que eles e seus ninhos permaneçam limpos. Em seu estudo, o físico Hiroyuki Tajima, da Universidade de Kochi, e Fumiya Fujisawa, do Aquário de Katsurahama, decidiram calcular até que ponto os pinguins de Humboldt (espécie de pinguim nativa da América do Sul) podem disparar suas fezes.

+ Vaga-lumes brilham pela última vez na vida deles sem público devido à covid-19
+ Holanda determina sacrifício de animais de fazendas com covid-19

Os pesquisadores também calcularam que a pressão no trato digestivo de um pinguim de Humboldt deve atingir cerca de 28 quilopascal (unidade que mede pressão). Essa força em um ser humano, que estaria com uma dor de estômago muito agressiva, resultaria em expulsão de excrementos a cerca de 3 metros de distância.

O estudo é uma contribuição “crucial” que está “movendo a ciência para a frente”, disse ao The Times o especialista em materiais naturais Chris Holland, da Universidade de Sheffield. Ele acredita que os cálculos da equipe japonesa podem não ser muito precisos, mas explica que a pesquisa é importante já que pouco se sabe sobre o fluxo das fezes dos animais.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro