Economia

Poder de compra do avicultor de SP aumenta em setembro, diz Cepea

Crédito: Arquivo / Dinheiro Rural

Foi possível ao avicultor a compra de 4,08 quilos de cereal com a venda de 1 quilo de frango (Crédito: Arquivo / Dinheiro Rural)

São Paulo, 11 – O poder de compra do avicultor paulista é maior em setembro, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Na quarta-feira, 9, o avicultor de corte de São Paulo podia comprar 1,95 quilo de farelo de soja com a venda de 1 quilo da ave viva, alta de 0,7% ante 31 de agosto.

“Considerando-se o milho negociado na região do Indicador de Campinas, na quarta-feira, foi possível ao avicultor a compra de 4,08 quilos de cereal com a venda de 1 quilo de frango, 7,4% a mais que no encerramento de agosto”, disse o Cepea.

+ Abate de frangos cai e o de suínos cresce no país, diz IBGE
+ EUA: Tyson Foods anuncia Donnie King como novo presidente da unidade de aves

Na quarta, a ave foi cotado, em média, a R$ 3,91/kg, aumento de 1,9% no acumulado parcial de setembro (entre 31 de agosto e 9 de setembro).

Segundo levantamento da Equipe Grãos/Cepea, enquanto a saca de 60 kg de milho se desvalorizou, o preço da tonelada do farelo de soja seguiu em alta. “No mercado de milho, a retração de parte dos compradores, que ainda têm estoques, e o avanço da colheita de segunda safra pressionam as cotações. No acumulado de setembro, a queda no preço do cereal foi de 5,1%, passando para R$ 57,75/saca na quarta-feira.”

No caso do farelo de soja, além do alto preço do grão, a demanda aquecida tanto no mercado doméstica quanto no internacional e a baixa oferta de substitutos nutricionais seguem impulsionando as cotações, diz o centro de pesquisas. No acumulado do mês, o derivado da oleaginosa se valorizou 1,2%, para R$ 2.002,32/t no dia 9.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro