• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias04/10/2021

Política monetária é capaz de levar inflação à meta, diz presidente do BC

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo04/10/21 - 16h55min

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, reforçou nesta segunda-feira que a política monetária atual é capaz de levar a inflação para a meta no horizonte relevante. "É importante endereçar inflação de forma séria. É o pior mal para o crescimento e emprego", disse, em entrevista à live do jornal Valor Econômico.

Campos Neto afirmou que os números de inflação estão alta em vários países, com as últimas divulgações surpreendendo para cima.

Ele ainda destacou que o BC brasileiro iniciou mais cedo o ajuste dos juros, mas que, no mundo emergente, a tendência geral é de aperto monetário.

Segundo Campos Neto, há um deslocamento estrutural para consumo de bens, que gastam mais energia para a produção, ao mesmo tempo em que há muitos países limitando a produção de energia devido a esforços para economia mais verde.

No Brasil, o presidente do BC destacou que a crise hídrica tem impactado os preços de energia, que têm efeito de disseminação na cadeia.

2022

Campos Neto disse também que a inflação subiu mais rápido do que ele esperava, mas enfatizou que a política monetária está mirando em 2022. "A forma de gerar credibilidade é perseguir a meta. É importante debelar esse processo de inflação e desancoragem", afirmou.

Ele ressaltou que o BC toma as decisões com as variáveis que tem no momento. "Olhando agora, a inflação subiu mais rápido que eu esperava. O cenário que esperávamos não se concretizou, mas houve choques de preço", completou.

No evento, Campos Neto voltou a dizer que é preciso "virar a página" de qual será a "equação fiscal" para financiamento da expansão que o governo pretende no Bolsa Família, que vem gerando ruídos no mercado.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais