• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias03/04/2022

Por causa da greve, BC atrasará a divulgação de seus indicadores

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo03/04/22 - 11h36min

O Banco Central (BC) informou um novo adiamento em suas publicações regulares em razão da greve dos servidores da autarquia, iniciada na sextafeira por tempo indeterminado. Segundo o BC, o Boletim Focus, os indicadores selecionados (Indeco), que incluem o movimento de câmbio no Brasil, as operações cambiais do BC e o índice de commodities (IC-Br) não serão divulgados nas datas previstas nesta semana, de amanhã até 8 de abril. O Relatório de Poupança, que é publicado mensalmente, no quarto dia útil do mês, também será afetado.

"Oportunamente, informaremos as datas de suas respectivas publicações. O aviso sobre as novas datas será dado com pelo menos 24 horas de antecedência", disse o BC, em comunicado à imprensa.

ATRASOS. As estatísticas de setor externo, crédito e fiscais referentes a fevereiro, que deveriam ter sido conhecidas na semana passada, também estão atrasadas devido às paralisações diárias de 4 horas que os servidores já faziam desde 17 de março. Da mesma forma, a divulgação semanal do fluxo cambial não ocorreu na semana passada.

Em reunião na tarde de sexta-feira, os sindicatos que representam os servidores do

BC e a administração do órgão bateram o martelo em relação à manutenção do Pix, do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) e demais sistemas da autarquia, além do funcionamento das mesas de operação, durante a greve da categoria.

A paralisação por tempo indeterminado foi aprovada na última segunda-feira, após três meses de mobilização para a reestruturação de carreira e a recomposição salarial de 26,3%. A expectativa do Sindicato dos Servidores do Banco Central (Sinal) é de adesão de 60% a 70% do quadro de pessoal do órgão, que é de 3,5 mil servidores.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
atraso