Porteira Aberta

Porteira Aberta

SAFRA

RECEITA RECORDE

Se os dados da RS Consultores se confirmarem, os produtores terão muito o que comemorar em 2008. Estimativas da consultoria apontam um ganho recorde na safra de grãos, saltando de R$ 62 bilhões (previsão para este ano) para R$ 76 bilhões. Esta receita ultrapassaria os R$ 71 bilhões alcançados em 2004, considerado um ano muito bom para a agricultura. Além disso, a produção de grãos também deve crescer significativamente, um salto de oito milhões de toneladas, de 135 milhões para 143 milhões.

GRÃOS

Alavanca chinesa

Ademanda chinesa por granéis sólidos está movimentando o frete marítimo. A tarifa para navios graneleiros, que em 2000 variava entre US$ 10 mil e US$ 12 mil, atingiu a casa de US$ 60 mil este ano. Em contrapartida, não houve um aumento expressivo nas tarifas de embarcações para contêineres.

FRUTICULTURA

Projeto Caju

Um programa de transferência de tecnologia para a agroindústria do pedúnculo do caju e outras frutas ganhou força no mês passado. Embrapa e Sesi assinaram um convênio para a construção de uma unidade móvel de processamento de frutas. A idéia é que este automóvel circule pelas regiões produtoras, ensinando produtores, associações e indústrias sobre como melhor aproveitar as frutas tropicais.

Um dos destaques é o caju.

PEIXES

Em alta na Paraíba

Aentrada da Cooperativa de Industrialização e Desenvolvimento do Alto Sertão da Paraíba no cultivo de tilápias aqueceu a aqüicultura estadual. Com oito reservatórios, já no primeiro ano a cooperativa produziu 2,5 mil toneladas de tilápia, o quíntuplo da produção paraibana de pescados. Agora, a expectativa é que a Agência Nacional das Águas (ANA) aprove a construção de mais 12 reservatórios em águas da União, o que poderá alavancar ainda mais a atividade.

COURO

Pele de caprinos

Outubro trouxe boas notícias para a indústria de processamento de couro do Nordeste. A Câmara de Comércio Exterior (Camex) incluiu as peles de caprinos e ovinos na lista de exceção à Tarifa Externa Comum (TEC). A conquista foi graças ao pleito dos curtumes brasileiros, representados pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil.

AS MELHORES DA DINHEIRO

Belagrícola

A paranaense Belagrícola, empresa que atua no comércio e distribuição de grãos, como soja, milho e trigo, sagrou-se campeã do setor de agronegócios do ranking As 500 Melhores Empresas do Brasil, da revista IstoÉ Dinheiro.

MST

Conflitos no Paraná

Novamente, a fazenda experimental da Syngenta, em Santa Tereza do Oeste, no Paraná, é alvo de conflitos. Neste último episódio, o confronto entre integrantes do MST e empregados da empresa acarretou na morte de um líder do movimento e de um segurança da Syngenta.

MUDANÇA DE NOME

De Eurepgap para Globalgap

A certificação conhecida como Eurepgap, exigência da maior parte dos varejistas da União Européia, se tornou mundial e passou a se chamar Globalgap. A internacionalização é fruto da expansão por 80 países, o que abrange mais de 80 mil produtores certificados.

LEITE

Ouro Branco

Em Uberaba, a Polícia Federal prendeu 25 pessoas ligadas à Operação Ouro Branco. Elas são suspeitas de participar do grupo que adulterava a produção de 450 mil litros de leite por dia. Eram usados solventes e até soda cáustica. Uma das críticas é quanto a lentidão da Anvisa em analisar o caso. Ela informou que não vai tirar leite das prateleiras, pois as substâncias impróprias foram encontradas na produção e não no produto final.

CARNE BOVINA

Brasil tem menor custo

OBrasil tem o menor custo de produção entre as 14 nações da rede de informações internacionais da Agri Benchmarck, segundo Indicadores Pecuários elaborados pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) em parceria com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea- USP). Enquanto o pecuarista nacional desembolsa no máximo US$ 180 para produzir 100 quilos de carcaça, o criador austríaco chega a pagar US$ 970.

CAFÉ

Brasileiro na OIC

Após quatro anos, o Brasil volta a ter um representante na Organização Internacional do Café (OIC). José Dauster Sette, que estava na Associação Brasileira dos Exportadores de Café (Abecafé), assumiu o posto de chefe de operações da instituição. O brasileiro disputou o cargo com um representante da Costa Rica.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais