Geral

Portos do Arco Norte embarcaram 34% da soja e 31% do milho entre janeiro e agosto

Crédito: Arquivo / Dinheiro Rural

Do total de milho exportado, 31% saíram pelos portos de Barcarena (PA) e Miritituba, em Santarém (PA) (Crédito: Arquivo / Dinheiro Rural)

São Paulo, 29/09 – A exportação de soja pelos portos do Arco Norte representou 34% de tudo o que foi embarcado da oleaginosa pelo Brasil entre janeiro e agosto deste ano, informou a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em nota. Do total de milho exportado, 31% saíram pelos portos de Barcarena (PA) e Miritituba, em Santarém (PA), além de Itacoatiara (AM) e Itaqui (MA) – o chamado Arco Norte.

+ Decreto autoriza investimento para Companhias Docas fazerem melhorias em portos

Ao longo dos anos, os portos da Região Norte foram ganhando em representatividade nos embarques externos do Brasil, conforme as condições logísticas foram melhorando. Segundo a Conab, em 2010, contribuíam com 14,4% das exportações agregadas de soja e milho; já em 2019, a participação atingiu 31,9%, como indicam dados da Antaq. “Esse aumento pode ser explicado pela melhoria da infraestrutura na região, em particular pelo fim da pavimentação da BR-163, que diminuiu o tempo e o custo de fretes até o porto de Miritituba, no Pará”, diz a Conab, na nota.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?