Economia

Preços do arroz sobem com forte demanda e produção encolhida

Crédito: Divulgação

Os preços do arroz voltaram a subir, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP). O Indicador Esalq/Senar-RS subiu 0,33% entre 10 e 17 de março, fechando a R$ 49,18 por saca de 50 kg, na terça-feira.

Os pesquisadores do Cepea apontam que a inflação se deu por conta do aumento da demanda do arroz para exportação em São Paulo, no Paraná e em Santa Catarina nos últimos dias.

+ Pesquisa dos estoques privados de arroz da Conab começa no dia 2
+ Início da colheita de arroz segura cotações no RS 

Segundo o centro, soma-se ainda a à firme procura local no Rio Grande do Sul. Com isso, houve um estímulo nas compras do cereal no mercado interno, sustentando as cotações.

Os colaboradores do Cepea alegam que os agentes têm demonstrado interesse em novas aquisições e acabam “elevando os preços ofertados, devido à posição retraída de produtores”.

“Na semana passada, o número de negociações entre as praças afastadas do destino final foi ligeiramente maior, cenário que aumentou o valor posto na indústria”, acrescenta o Cepea, por meio de nota.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?