Economia

Preços do arroz sobem com forte demanda e produção encolhida

Crédito: Divulgação

Os preços do arroz voltaram a subir, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP). O Indicador Esalq/Senar-RS subiu 0,33% entre 10 e 17 de março, fechando a R$ 49,18 por saca de 50 kg, na terça-feira.

Os pesquisadores do Cepea apontam que a inflação se deu por conta do aumento da demanda do arroz para exportação em São Paulo, no Paraná e em Santa Catarina nos últimos dias.

+ Pesquisa dos estoques privados de arroz da Conab começa no dia 2
+ Início da colheita de arroz segura cotações no RS 

Segundo o centro, soma-se ainda a à firme procura local no Rio Grande do Sul. Com isso, houve um estímulo nas compras do cereal no mercado interno, sustentando as cotações.

Os colaboradores do Cepea alegam que os agentes têm demonstrado interesse em novas aquisições e acabam “elevando os preços ofertados, devido à posição retraída de produtores”.

“Na semana passada, o número de negociações entre as praças afastadas do destino final foi ligeiramente maior, cenário que aumentou o valor posto na indústria”, acrescenta o Cepea, por meio de nota.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais