Economia

Preços pecuários e de grãos avançam no 1º trimestre de 2020

Crédito: Gabriel Faria / Arquivo

A elevação dos preços agropecuários ao longo do segundo semestre de 2019 se manteve firme nos três primeiros meses de 2020. O Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários (IPPA) teve aumento de 13,1% de janeiro a março de 2020 frente ao mesmo trimestre de 2019.

Na comparação com o último trimestre de 2019, a alta foi de 3,9%, de acordo com Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo (Cepea/Esalq/USP).

+ Coronavírus não deve prejudicar o desempenho do PIB do agronegócio, diz Cepea
+ Banco Mundial prevê queda de 5% do PIB do Brasil este ano

Segundo pesquisadores do Cepea, o movimento de avanço nos preços em janeiro e fevereiro deste ano ficou próximo do limite superior da normalidade para esse período. Já em março, o IPPA/Cepea ficou acima do limite superior esperado para o mês. A alta foi impulsionada pela pecuária e grãos, que apresentaram respectivos crescimentos de 16,4% e de 12,3% no primeiro trimestre deste ano. Já o índice para hortifrutícolas caiu 1,6%.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais