Porteira Aberta

Prêmio ao hereford e braford

Crédito: Divulgação

A Minerva Foods, maior exportadora de carne bovina na América do Sul, com receita de R$ 17,2 bilhões ao ano, se juntou à Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB), durante a Expointer, no final de agosto, para premiar animais das duas raças. O acordo segue o protocolo hereford e braford, que visa bonificar produtores de bovinos com carcaças oriundas de cruzamento industrial, desde que mantenham 50% de genética taurina.

Café
Exportação no maior nível

Divulgação

Os produtores brasileiros de café têm motivos para comemorar. A exportação do grão chegou a 3,2 milhões de toneladas. Isso fez com que, no acumulado entre janeiro e agosto, o volume chegasse a 27 milhões de sacas – maior volume nos últimos 5 anos, considerando o café verde, solúvel, torrado e moído. O resultado ocorreu pelo aumento de 30% no volume dos principais importadores do grão brasileiro, como Estados Unidos, Alemanha, Itália, Japão e Bélgic. A receita foi de US$ 3,4 bilhões, 7,3% de alta sobre o mesmo período do ano passado.

Avicultura
Peru suspende importação do Chile

O governo do Peru anunciou a suspensão das importações de produtos avícolas do Chile. A medida ocorreu depois que a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) ter declarado que uma planta frigorífica da região de Nogales, no território chileno, foi detectada com influenza aviária. Segundo o Ministério da Agricultura peruano, a preocupação é proteger o status sanitário daquele País, que é livre da doença.

Químicos
Registro automático para fertilizantes

Divulgação

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou o registro automático para fertilizantes, corretivos e subtratos de plantas. Com a nova funcionalidade, disponível no Sistema Integrado de Produtos e Estabelecimentos Agropecuários, o Mapa pretende dar mais agilidade à fiscalização junto ao setor produtivo. Apesar da nova proposta, a pasta ressalta, ainda, que os produtores e empresas do segmento continuam tendo que apresentar as garantias legais para a utilização dos químicos, como a composição e parâmetros utilizados.

Defensivos
Ministério da Agricultura registra 382 produtos em 2019

Divulgação

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento lançou o registro de mais 51 defensivos agrícolas no começo de outubro, sendo 41 produtos genéricos e 10 biológicos e orgânicos. Em setembro, outros sete novos produtos já haviam sido registrados pelo Mapa. Com a nova publicação, chega a 382 o número de produtos registrados em 2019. Do total, 214 são destinados exclusivamente ao uso industrial, enquanto 168 podem ser utilizados por agricultores.

Soja
USDA revisa produção para baixo

Divulgação

No seu último relatório, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos revisou para baixo a estimativa de produção para a atual safra de soja, de 100,1 milhões de toneladas para 98,8 milhões de toneladas. Desde o começo da guerra comercial entre os EUA e a China, ainda no ano passado, os produtores americanos veem tendo dificuldades, já que a China era a maior compradora da soja americana. Em meio ao embate entre as duas maiores economias do mundo, os sojicultores dos Estados Unidos anunciaram que vão vender 113 mil toneladas para o México na safra 2019/2020, o que não deve amenizar o problema.

Tragédia
Peste suína já está em 22 países

A Organização Mundial de Saúde Animal, com sede em Paris, já recebeu notificações de 22 países relatando casos de Peste Suína Africana (PSA), doença para a qual não há vacina para a imunização dos rebanhos. Do total, 10 países são europeus: Bulgária, Hungria, Letônia, Moldávia, Polônia, Romênia, Rússia, Sérvia, Eslováquia e Ucrânia. Outros 9 estão na Ásia. São eles: China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Laos, Mianmar, Filipinas, Rússia, Vietnã e Timor-Leste. Quatro estão no continente africano: Costa do Marfim, Quênia, África do Sul e Zimbábue. De acordo com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, 7 milhões de animais já foram eliminados. A China tem a situação mais crítica, com 161 focos em 32 províncias. O sacrifício de animais no país já ultrapassou 1,2 milhão de suínos.

Grãos
Produção tem recorde

Alta na produção de grãos (em milhões de toneladas) 2018/2019 – 242,1 / 2017/2018 – 227,7 (Crédito:Divulgação)

A produção brasileira de grãos foi estimada pela Conab em 242,1 milhões de toneladas na safra 2018/2019, recorde histórico. O montante representa crescimento de 6,3% sobre a safra 2017/2018, ou 14,4 milhões de toneladas. Segundo a instituição, o resultado se deve a uma alta de 36% no volume da produção de algodão e de 36,9% na segunda safra de milho, conhecido como milho safrinha.

Tilápia
Desempenho em alta

Divulgação

Um estudo da Embrapa Meio Ambiente (SP) e da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios atestou que tilápias alimentadas com a ração com 32% de teor de proteína têm melhor desempenho em tanques-rede e crescem com maior velocidade, na comparação com peixes alimentados com 28% e 36% de proteína bruta. Com um trabalho que durou 227 dias, em 12 tanques-rede com 125 peixes por metro cúbico, os pesquisadores avaliaram ainda que a tilápia possui melhor performance se mantida em ambientes a 28°C.

Entreposto
CEAGESP PAULISTA de malas prontas

Depois de anos de idas e vindas, o governo de São Paulo finalmente oficializou a transferência de local da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), na capital paulista, que é atualmente o maior entreposto da América Latina e o terceiro maior do mundo. Em cinco anos, tempo determinado para a saída, o espaço passará a abrigar o Centro Internacional de Tecnologia e Inovação (Citi), a ser criado com a participacão da iniciativa privada. Além disso, governo do estado também autorizou a construção de outros entrepostos pela iniciativa privada. Criada em 1969, a Ceagesp paulistana movimenta por mês 250 mil toneladas, entre flores, frutas, plantas, peixes, verduras e legumes.

Carnes
China habilita mais 25 frigoríficos do Brasil

Divulgação

A habilitação de mais 25 frigoríficos brasileiros pela China deve impulsionar a venda de carnes àquele país. É o que acredita a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). “As habilitações coroam o trabalho executado para as inspeções das unidades”, disse Francisco Turra, presidente da ABPA. Com a medida, o Brasil passa de 64 para 89 plantas habilitadas a exportar para China. Do total, 17 são produtores de carne bovina, seis de frango, um suíno e um asinino. O Mapa aguarda ainda a análise de outras nove plantas pelas autoridades chinesas.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro