• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 185 08.04Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 185 08.04Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias15/12/2021

Privatização da Eletrobras está cheia de falhas e deve ficar para 2023, diz Gesel

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo15/12/21 - 14h34min

A dificuldade de aprovação da capitalização da Eletrobras e seus inúmeros "jabutis" identificados pelo Tribunal de Contas da União (TCU) reduziu ainda mais a possibilidade de sucesso da venda da estatal, avaliou o coordenador do Grupo de Estudo do Setor Elétrico (Gesel) da UFRJ, Nivalde de Castro. Para ele, o processo já "micou completamente", e se houver privatização será em 2023.

Nivalde explica que o TCU é a última barreira do setor público para esse processo, e por não ser um órgão político, dificilmente vai aprovar a capitalização da holding de energia como foi apresentada.

Além dos chamados "jabutis", emendas alheias ao objeto principal, ou seja, a venda da Eletrobras, existem falhas na avaliação do especialista como o preço estipulado para o mercado livre e a revisão da garantia física das hidrelétricas da Eletrobras. "O governo quer garantias físicas elevadas para aumentar o valor da outorga da Eletrobras, mas os agentes não querem porque isso é um prejuízo que vai ter que ser dividido", informou.

Ele destacou também que o TCU não vai querer decidir nada com pressa e o ano já está no final, o que deixa o processo para 2022, ano eleitoral, que deve dificultar ainda mais a venda da companhia. "A partir de abril nesse País não se faz mais nada por causa das eleições. A avaliação do Gesel é que essa venda fica para 2023", afirmou.

O julgamento da capitalização da Eletrobras pelo TCU começou na manhã desta quarta, com o relator pedindo estudos sobre o impactos da privatização para os consumidores e o ministro Vital do Rêgo sinalizando que vai pedir vistas do processo, o que atrasaria ainda mais a venda.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
Eletrobras