Geral

Produção de bicicletas acumula queda de 36,2% no semestre

A produção de bicicletas no Polo Industrial da Manaus acumula queda de 36,2% no primeiro semestre em comparação com os primeiros seis meses do ano passado.

Segundo levantamento divulgado hoje (13) pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), de janeiro a junho deste ano,  foram fabricadas 249,5 mil unidades, contra 391,2 mil no mesmo período de 2019.

Em junho, no entanto, o resultado da indústria de bicicletas refletiu a retomada gradual da atividade econômica no país. Foram produzidas no mês passado 46,9 mil unidades, alta de 117,3% em comparação com maio, quando foram fabricadas 21,5 mil unidades. Em relação a junho de 2019, o número representa uma queda de 19,8%.

Mais da metade da produção de junho foi destinada a abastecer a Região Sudeste (25 mil unidades). A Região Sul recebeu 9,1 mil bicicletas e a Nordeste 6,5 mil.

Apesar da melhora, o vice-presidente de Bicicletas da Abraciclo, Cyro Gazola, diz que ainda não é possível fazer previsões. “Ainda há muita incerteza em todos os setores, não apenas no que se refere à economia. Precisamos acompanhar não só os indicadores, mas também a implementação das medidas de saúde púbica para termos condições de fazer novas projeções”, afirma.

Produção de bicicletas acumula queda de 36,2% no semestre

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro