• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Economia06/06/2022

Produção de café da Colômbia em 2022/23 deve ficar estável em 13 milhões de sacas

Mesmo com as condições meteorológicas sejam normais, a produtividade das culturas pode sofrer os efeitos negativos

Mesmo com as condições meteorológicas sejam normais, a produtividade das culturas pode sofrer os efeitos negativos

(Créditos: Arquivo / Embrapa)
Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo06/06/22 - 10h43min

São Paulo, 6 - A safra de café 2022/23 da Colômbia, segundo maior produtor mundial do tipo arábica, foi estimada em 13 milhões de sacas, o que corresponde ao mesmo nível da produção 2021/22, segundo o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). De acordo com relatório do USDA, embora as condições meteorológicas sejam normais, a produtividade das culturas pode sofrer os efeitos negativos da redução na aplicação de fertilizantes por causa da alta de preços do produto.

"A invasão russa da Ucrânia apertou a oferta mundial de fertilizantes e impulsionou os preços dos insumos", afirmou o departamento em nota.

+ Café arábica fecha em alta de 4,40% em NY com fatores técnicos e clima

Conforme o USDA, as exportações de café pela Colômbia em 2022/23 permanecem inalteradas em 13 milhões de sacas. Já as importações de café devem atingir 1,9 milhão de sacas no ano safra 2022/23 para equilibrar a demanda com exportações e consumo interno.

Em 2022/23, o consumo interno de café na Colômbia está previsto em 2,15 milhões de sacas, o que não representa alteração em relação ao ano anterior. Os estoques estão previstos em 485 mil sacas em 2022/23 ante 780 mil sacas em 2021/22, como resultado da diminuição da produção, da demanda interna inalterada e dos bons níveis de exportação.

O USDA também fez revisões para o período 2021/22. A estimativa de produção de café colombiano diminuiu de 13,8 milhões para 13 milhões de sacas. "Chuvas excessivas e nebulosidade provocadas pelo fenômeno climático La Niña durante os primeiros cinco meses de 2022 afetaram a produção de café", destacou a entidade.

As exportações de café da Colômbia em 2020/21 foram revisadas de 14 milhões de sacas para 13,1 milhões de sacas, queda de 6,7%. A mudança é consequência de uma expectativa menor de produção e um aumento do consumo interno. As importações de café para 2021/22 aumentaram 9,1%, de 1,7 para 1,8 milhão de sacas, com o Brasil representando o maior fornecedor da commodity, com 64% do total.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
área destinada para o café