• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 187 08.08Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 187 08.08Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias04/08/2022

Produção paulista de milho em 2022 deve crescer 30%, estima IEA-Apta

A produtividade média das lavouras deverá alcançar 5,9 mil kg por hectare

A produtividade média das lavouras deverá alcançar 5,9 mil kg por hectare

(Créditos: IBGE )
Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo04/08/22 - 14h10min

São Paulo, 4 - A produção paulista de milho deve atingir 4,8 milhões de toneladas em 2022, volume 30,1% superior em comparação com o ano passado. A produtividade média das lavouras deverá alcançar 5,9 mil kg por hectare, índice 21,4% maior do que o rendimento de 2021, conforme dados do Instituto de Economia Agrícola (IEA-Apta), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, antecipados ao Broadcast Agro, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

O pesquisador do IEA, Maximiliano Miura, disse em comunicado que a melhora da produção paulista de milho se deve ao desempenho da segunda safra, já que a semeadura realizada até a primeira quinzena em janeiro e as chuvas moderadas na época do desenvolvimento do cereal provocaram impacto positivo, o que permitirá garantir o suprimento para o sistema agroindustrial do milho. "No levantamento da previsão e estimativas de safras agrícolas do Estado de São Paulo, em abril, a produção paulista do milho segunda safra (estimada em 2,6 milhões de toneladas) já registrava aumento de 64,0% em relação ao ano anterior", afirmou.

Com o resultado do desempenho da primeira e da segunda safras, acrescido do estoque de milho ainda existente (530.900 toneladas), estima-se que o volume de milho disponível para abastecer o mercado doméstico esteja na ordem de 5,3 milhões de toneladas, o que representa aumento de 24,9% em relação ao ano passado.

Governo sanciona lei que valida crédito consignado a inscritos no Auxílio Brasil

"Com essa maior disponibilidade interna, estima-se que São Paulo fique menos dependente das aquisições provenientes de outros Estados e que, portanto, as importações interestaduais recuem 21,2%", explicou o pesquisador do IEA.

De acordo com Miura, é possível notar a redução das importações paulistas de milho por causa principalmente do bom desempenho da segunda safra e da estabilidade da demanda (8,42 milhões de toneladas), apesar de os estoques iniciais estarem mais baixos em 2022 do que no ano passado.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
a safra de milho 2021/22