Negócios

Programa denuncia Nespresso por usar café colhido por crianças

Crédito: Divulgação

Desde sua formação em 2000, a empresa contratou mais de 13 mil funcionários em 76 países (Crédito: Divulgação)

A Nespresso, marca premium de café da Nestlé, foi denunciada de utilizar grãos de café colhidos por crianças na Guatemala. O programa de investigação Dispatches, exibido pelo Channel 4, no Reino Unido, foi o autor da denúncia.

A Nespresso não lista publicamente suas fazendas de fornecedores. No entanto, o executivo-chefe da empresa, Guillaume Le Cunff, afirmou que tem “tolerância zero ao trabalho infantil” e prometeu investigar.

+ INTL FCStone estima safra brasileira 2020 em 65,1 milhões de sacas de café
+ Alta no dólar impulsiona preço do café no Brasil
+ Grupo 3corações anuncia aquisição da operação de café da Mitsui Alimentos

“É inaceitável. Onde há alegações de que nossos altos padrões não são atendidos, agimos imediatamente. Nesse caso, lançamos uma investigação completa para descobrir quais fazendas foram filmadas e se fornecem Nespresso. Não retomaremos as compras de café de fazendas nesta área até que a investigação seja encerrada”, pontuou em comunicado.

O ator George Clooney, embaixador da marca, prometeu que um “trabalho [de investigação] será feito” sobre o caso. Clooney, que supostamente ganhou 31 milhões de libras com a marca, segundo o site Mail Online, diz que ficou triste depois que os jovens foram filmados trabalhando oito horas por dia nas plantações por menos de cinco libras.

Desde sua formação em 2000, a empresa contratou mais de 13 mil funcionários em 76 países e lançou mais de 700 boutiques.