Notícias

Programas incluindo BEm e Pronampe devem custar de 0,5% a 1% do PIB, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a renovação de programas para combater efeitos socioeconômicos, entre os quais o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm) e o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), deve custar de 0,5% a 1% do Produto Interno Bruto (PIB). O ministro não descartou a possibilidade de editar créditos extraordinários para bancar os dois programas.

Os números ainda não estão fechados, mas, nas discussões, o governo prevê gastar entre R$ 8 bilhões a R$ 10 bilhões com o BEm e cerca de R$ 4 bilhões com o Pronampe.

“Isso não vai derrubar o Brasil”, disse ele, em evento virtual Brazil Investment Forum, organizado pelo Bradesco BBI.

Segundo ele, o governo vai enfrentar o que considerou um “problema lateral”, que é “renovar programas importantes e preservar áreas críticas” do Orçamento.

O ministro disse que o teto de gastos é um símbolo, mas a classe política precisa ter coragem para não torná-lo inexequível.

Ele reafirmou que a economia brasileira está de pé e que o País está na “cauda da pandemia”, e que a discussão agora diz respeito ao ritmo de crescimento.

“Estamos em período de vácuo jurídico, desenhamos um protocolo para calamidades e crises futuras”, afirmou ele, em referência aos gatilhos da PEC Emergencial que pretendem limitar o crescimento das despesas da União, Estados e municípios.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?