• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias21/09/2021

Projeto de Lei que garante recursos ao Ipen só deve ser votado na próxima semana

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo21/09/21 - 15h05min

O Projeto de Lei 16/2021 do Poder Executivo, cuja aprovação garantiria ao Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) os recursos necessários para retomar a importação de insumos essenciais à produção de radiofármacos, só deve ser votado na próxima semana, na hipótese mais rápida, segundo parlamentares. O texto recebeu quatro emendas - duas do deputado Arnaldo Jardim (Cidadania-SP), uma do deputado Nilto Tatto (PT-SP) e uma do senador Jean Paul Prates (PT-RN). Ainda não tem um relator designado.

A demora preocupa pacientes de câncer, que dependem desses medicamentos para tratamento e diagnóstico, e suas famílias. Entre 1,5 milhão e 2 milhões de pessoas podem ser prejudicadas com a falta de distribuição dos radiofármacos do Ipen.

Segundo a assessoria de Prates, o próximo passo é a votação na Comissão Mista de Orçamento. Antes disso é necessário designar o relator, mas isso pode acontecer imediatamente antes da votação. Só depois de votado e aprovado nessa comissão é que o PLN pode ir para votação em plenário.

A próxima sessão do Congresso deve acontecer no dia 28 - mas essa data ainda não é oficial. Cabe ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), oficializar a data e estabelecer os projetos a serem votadas. Não basta haver sessão, é preciso também que esse PLN seja incluído na pauta, para ir a voto. Na hipótese mais rápida, o projeto seria aprovado na terça-feira da próxima semana. Iria então à sanção do presidente Jair Bolsonaro, que pode ser imediata.

A proposição abre no Orçamento da União um crédito suplementar de R$ 690 milhões ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. O dinheiro iria "para reforço de dotações constantes da Lei Orçamentária vigente", segundo consta no site da Câmara dos Deputados.

O PLN "propõe reforço orçamentário para a Comissão Nacional de Energia Nuclear, no que diz respeito a atividades de produção de radiofármacos e garantia de funcionamento de laboratórios de apoio, e para o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, quanto a despesas com convênios e termos de outorga em andamento, além da realização de novas ações de fomento a serem deliberadas pelo Conselho Diretor do Fundo", segundo o site da Câmara.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
CÂNCER/REMÉDIOS/IPEN/PRODUÇÃO/PARALISAÇÃO/verbas