• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias02/10/2021

Protesto contra governo Bolsonaro ocorre em pelo menos 20 cidades de SP

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo02/10/21 - 19h14min

Ao menos 20 cidades do interior de São Paulo registraram protestos contra o governo do presidente Jair Bolsonaro neste sábado, 2. As manifestações tiveram mais público do que os protestos de 12 de setembro. A tônica dos atos, organizados por partidos de esquerda, entidades estudantis e movimentos sociais, foi em defesa da democracia e críticas à política econômica do atual governo. Os grupos pediram a saída de Bolsonaro, do seu vice, Hamilton Mourão, e do ministro da Economia, Paulo Guedes. Não houve incidentes graves.

Em Campinas, os manifestantes lotaram o Largo do Rosário e depois saíram em passeata pelas ruas do centro, até o Largo do Pará. Ao lado de bandeiras vermelhas da Central Única dos Trabalhadores (CUT), havia bandeiras do Brasil e faixas na cor azul de movimentos estudantis. Cartazes e faixas pediam o "impeachment já" e até a saída do ministro da Economia, Paulo Guedes. A Polícia Militar acompanhou o ato, mas não calculou o número pessoas presentes.

Em Sorocaba, os manifestantes se reuniram na Praça Coronel Fernando Prestes, no centro, e fizeram uma caminhada pelas ruas centrais. Cartazes estampavam "fora Bolsonaro e Mourão" e pediam "comida no prato". Os manifestantes, em maior número que os atos de setembro, ocuparam toda a extensão das ruas durante a passeata e o trânsito ficou prejudicado.

O protesto em Ribeirão Preto causou congestionamento no trânsito e houve princípio de confusão entre motoristas e manifestantes. Policiais militares e guardas municipais agiram para acalmar os ânimos. Os grupos caminharam pelo centro até a frente do Theatro Pedro II, com faixas e cartazes pedindo "fora Bolsonaro". Em Franca, os manifestantes usaram instrumentos de percussão para chamar a atenção dos moradores. Em São Carlos, o ato contra Bolsonaro reuniu pessoas no Largo do Mercadão.

Um carro de som e baterias de escola de samba puxaram o protesto contra o presidente da República em Santos. A professora Paula Albuquerque, do Sindicato dos Professores Municipais, disse que o ato era contra a falta de ação do governo na pandemia do coronavírus e o "desastre" na economia. Após a manifestação, os grupos seguiram em ônibus para engrossar o movimento na Avenida Paulista, na capital.

Durante o ato em Bauru, um grupo interditou a rodovia estadual que liga a cidade a Marília. Policiais rodoviários negociaram a liberação da pista. O protesto durou cerca de uma hora. Em Araraquara, os manifestantes estenderam uma grande faixa no asfalto pedindo a volta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Houve ato também em Jaboticabal e Rio Claro.

Integrantes do PCdoB levaram bandeiras com a foice e o martelo à manifestação contra Bolsonaro em Piracicaba. O grupo em marcha ocupou mais de 500 m da rua Armando Salles, no centro. Moradores de comunidades carentes pediram por moradia e comida. Em Tatuí, os manifestantes levaram bandeiras verde e amarela e cartazes pedindo a saída do presidente e do seu vice, além de críticas à política econômica. Em Jundiaí, houve arrecadação de alimentos durante o protesto.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
Bolsonaro