Notícias

PSOL pede ao STF apuração contra general que citou ‘ruptura institucional’

O PSOL apresentou nesta quinta-feira, 11, um pedido de apuração ao Supremo Tribunal Federal (STF) acerca das declarações do general da reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva. Na última terça-feira, o site do Clube Militar publicou um texto assinado pelo general que criticou a decisão do ministro do STF Edson Fachin que anulou as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Operação Lava Jato. No artigo, Paiva também afirmou que “aproxima-se o ponto de ruptura” e que a Corte “feriu de morte o equilíbrio dos Poderes”.

Em seu perfil no Twitter, a líder da bancada do PSOL na Câmara, deputada federal Talíria Petrone (RJ), classificou as declarações como uma “fala absurda e golpista”. Para a parlamentar, “as ameaças às liberdades democráticas” não podem ser naturalizadas, assim como “a ruptura institucional encorajada pela extrema direita”.

O deputado federal David Miranda (PSOL-RJ) afirmou que “a ruptura defendida por Paiva fere a democracia e, sem ela, os direitos não estão garantidos”.

No pedido encaminhado ao SFT, a sigla solicita que a apuração seja incluída no inquérito que investiga fake news e ameaças à Corte, além de pedir que a responsabilidade do Clube Militar também seja examinada.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?