O Campo Digital

Pulse anuncia mais três startups em seu portfólio

Crédito: Divulgação

Pioneirismo: ao ser criado, no ano passado, o Pulse, centro de inovação da Raízen, atraiu a inscrição de 400 startups do setor do agronegócio, em busca de uma oportunidade para se desenvolverem (Crédito: Divulgação)

O Pulse, hub de inovação da Raízen, anunciou a inclusão de mais três startups ao seu portfólio, passando para 28 ao todo. Agricef, Taranis e Arpac apresentam soluções voltadas ao agronegócio e consolidam o portfólio do Pulse como um grande agregador de inovação no campo.

A Agricef atua com soluções voltadas à otimização de processos de plantio, desenvolvimento de maquinários e equipamentos agrícolas e prestação de serviços operacionais. A Taranis produz imagens aéreas de alta resolução para o monitoramento do campo, diagnósticos automatizados de alta precisão e inteligência artificial para reconhecer e tratar ameaças e culturas. Já no caso da Arpac, a solução é voltada para prestação de serviço de pulverização agrícola com drones, aplicação de químicos, liberação de biológicos e detecção de anomalias por imagens.

Nascido em Piracicaba, município conhecido como Agtech Valley em referência ao Vale do Silício nos Estados Unidos, o Pulse vem se tornando uma importante engrenagem no ecossistema de inovação. Todos esses movimentos fazem parte da consolidação do hub como um grande player do setor da inovação nacional. O hub já está olhando para novas startups que envolvam diversos setores que dialoguem com os negócios da empresa, inclusive além do agronegócio. O objetivo é que para o próximo ano novos negócios sejam firmados para atender a diferentes áreas de atuação da empresa.

Nesse último ano, o Pulse conseguiu realizar parcerias com grandes players do mercado para desenvolver projetos de inovação, como a CNH Industrial e os parceiros do projeto Agro IoT Lab para conectividade no campo: Vivo e sua aceleradora Wayra, Ericsson e Esalqtec, a incubadora da Esalq. Essas sinergias possibilitam a convergência de players e a descoberta de novas soluções. Ao todo, foram mais de 8 mil visitas ao Pulse e um rede de contatos criada com mais de 280 instituições.