Notícias

Queda da soja influencia redução em relação ao 3º levantamento da Conab

Brasília, 10 – O presidente da Conab, Francisco Marcelo Bezerra, afirmou que a redução entre o 3º e 4º levantamento foi devido à redução na estimativa da produção de soja em algumas regiões do País que sofreram com veranico. Mesmo assim, a projeção é maior do que a da safra passada. A Conab apresentou nesta quinta-feira, 10, que a estimativa da produção de grãos para a safra 2018/19 é de 237,3 milhões de toneladas.

Se comparado com a safra passada, o crescimento deverá ser de 9,5 milhões de t, o que representa um volume 4,2% superior. Já a área plantada está prevista em 62,5 milhões de hectares, um aumento de 1,2%, em relação com a safra 2017/18.

Entre os destaques do estudo estão a soja, com projeção de crescimento de 1,7% na área de plantio e uma pequena redução de 0,4% na produção, atingindo 118,8 milhões de toneladas ante 119,28 milhões de t em 2017/18.

“O início da safra foi um dos melhores dos últimos anos. Sem grandes problemas no desenvolvimento”, disse Bezerra durante a apresentação do levantamento realizada no período da manhã na sede da Conab em Brasília.

As chuvas dos meses de outubro e novembro contribuíram com a umidade do solo em importantes regiões produtoras do País, o que favoreceu o desenvolvimento.