Sustentabilidade

Meio ambiente: Rabobank inicia, no Brasil e China, 2 operações com o fundo Agri3

Crédito: Arquivo / Agência Brasil

O desmatamento cresceu 42% em abril, em relação ao mesmo mês do ano passado (Crédito: Arquivo / Agência Brasil)

O Rabobank iniciou nesta terça-feira, 22, duas operações em parceria com o fundo AGRI3 – que tem por objetivo mitigar mudanças climáticas e auxiliar na transição para uma agricultura mais sustentável. Segundo nota do Rabobank divulgada pela manhã, as novas transações serão no Brasil, com o Grupo Carvalho Dias, para a proteção florestal e recuperação de pastagens degradadas, e na China, na região de Chongging, para o cultivo sustentável de pimenta.

Ainda conforme o Rabobank, o banco holandês age como veículo financeiro misto na parceria, facilitando a colaboração entre as partes públicas e privadas. “A iniciativa visa liberar US$ 1 bilhão em capital para acelerar o investimento em propriedades rurais que buscam práticas mais sustentáveis”, cita o banco, acrescentando que o AGRI3 foi iniciado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Unep) e pelo próprio banco, em parceria com o IDH e apoiado pela FMO.7

+ Maia: Brasil é desrespeitado no tema do meio ambiente
+ CNJ cria observatório de meio ambiente focado em proteção da Amazônia

Segundo o chefe global da parceria entre a Unep e o Rabobank, Hans Loth, o objetivo é “incentivar os produtores de alimentos a fazerem as melhorias necessárias em sustentabilidade”, disse. “A intenção é de que esses investimentos sirvam de exemplo para bancos, outras instituições financeiras e toda a cadeia de valor”, continuou e acrescentou: “junto com os nossos parceiros do Fundo AGRI3, pretendemos expandir a adoção de práticas sustentáveis nos setores agrícolas e financeiros”.

Ainda conforme o Rabobank, o desembolso de US$ 5 milhões com prazo de dez anos para o Grupo Carvalho Dias permitirá o investimento em projetos de proteção florestal (ou reflorestamento) de 2.581 hectares e a recuperação de 1.200 hectares de pastagens degradadas, contribuindo para o crescimento da produção sem a abertura de novas áreas.

No caso da pimenta na China, o banco holandês informa que, ao fornecer acesso para financiamento, treinamento e insumos de alta qualidade e vender por um preço garantido, o empréstimo no âmbito do AGRI3 ajuda a alcançar a missão do projeto de permitir que 80 mil agricultores mudem de safras de baixa produtividade para o cultivo de pimenta mais lucrativo e sustentável, aumentando sua renda.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?