Geral

RJ: prefeitura vai demolir dois andares de prédio em Rio das Pedras

Técnicos da Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva) iniciaram na manhã de hoje (11) o trabalho de escoramento de um prédio em Rio das Pedras, na zona oeste do Rio de Janeiro, para fazer a demolição manual de dois pavimentos do imóvel ainda nesta sexta-feira. No último dia 3, um prédio na mesma comunidade desabou matando duas pessoas e deixando outras quatro feridas.

“As equipes da conservação estão escorando o prédio de baixo para cima para aliviar o peso para poder começar a demolição dos últimos andares. O prédio está muito danificado. Então precisamos escorar para segurança de todos”, disse a secretária de Conservação, Anna Laura Secco.

A Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, ligada à Secretaria de Ordem Pública, foi acionada após moradores da Rua Estrela Dalva, nº 185, em Rio das Pedras, terem escutado estalos no imóvel de quatro pavimentos.

Após a realização de vistoria, os técnicos constataram que o 3° e o 4° andares do prédio têm que ser demolidos, pois causam sobrecarga nos andares inferiores, podendo ocasionar risco de desabamento de toda a estrutura.

Os agentes da Defesa Civil também interditaram de forma preventiva o prédio de quatro pavimentos que fica ao lado. Não foram constatados danos à estrutura deste imóvel, que tem previsão de liberação após a conclusão do trabalho das equipes nesta sexta-feira.

A Secretaria de Assistência Social está fazendo o cadastramento das famílias impactadas pelas interdições e avaliando suas necessidades.

Vítimas

Na semana passada, um prédio na Rua das Uvas, em Rio das Pedras, desabou matando Natan Gomes, de 30 anos, e a filha, Maitê Gomes Abreu, de 2 anos e 8 meses de idade. A esposa de Gomes, Kiara Abreu, de 26 anos, foi retirada dos escombros e permanece hospitalizada. Outras três vítimas também foram retiradas com vida dos escombros.

A Polícia Civil montou uma força-tarefa para investigar o caso, integrada pelas delegacias distritais e especializadas 16ª DP (Barra da Tijuca), 32ª DP (Taquara), Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) e Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco).

A corporação informou que o dono do imóvel já foi identificado, localizado e levado a prestar depoimento. O imóvel foi construído entre 2006 a 2014 por Genivan Gomes, pai de Natan, e tinha situação irregular.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?