Negócios

Rumo: controladas adiantam pagamento de parcelas de outorga no valor de R$ 5,1 bi

Crédito: Arquivo / Dinheiro Rural

Com essa operação, a Malha Paulista realizará a quitação de 70 parcelas trimestrais (Crédito: Arquivo / Dinheiro Rural)

A Rumo informa que as suas subsidiárias integrais Malha Paulista e Rumo Malha Central realizarão nesta terça-feira, 15, a antecipação do pagamento de parcelas vincendas de valor de outorga de suas concessões ferroviárias no valor total de R$ 5.100.511.197,11.

Com essa operação, a Malha Paulista realizará a quitação de 70 parcelas trimestrais, sendo a primeira com vencimento em 5 de dezembro de 2020 e a última em 5 de março de 2038, totalizando um valor de R$ 2.823.776.797,62.

+ Superintendência do Cade propõe condenação da Rumo por abuso de poder econômico
+ Rumo: conselho aprova preço de oferta em R$ 21,75 em ‘follow’ e capta R$ 6,4 bi

A Rumo Malha Central, por sua vez, liquidará antecipadamente 59 parcelas, com vencimentos entre 5 de novembro de 2020 e 5 de maio de 2035, equivalentes a um montante de R$ 2.276.734.399,49.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa informa que em relação a Malha Paulista, o 2º Termo Aditivo ao Contrato de Subconcessão, assinado junto à União, por intermédio da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em 27 de maio de 2020, já previa o pré-pagamento do valor da outorga referente ao novo período de concessão.

Já a Rumo Malha Central celebrou, em 9 de setembro de 2020, junto à União, por intermédio da ANTT, e com a Valec – Engenharia, Construções e Ferrovias S.A. (na qualidade de interveniente subconcedente), o aditivo ao contrato de subconcessão, para incluir previsão que permite a antecipação do pagamento das parcelas vincendas do seu respectivo valor da outorga.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro