• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias10/05/2022

Sachsida diz que mercado começa a aproximar projeções de estimativas do governo

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo10/05/22 - 14h31min

Nas vésperas da atualização das projeções da equipe econômica, o chefe da Secretaria Especial de Assuntos Econômicos do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, repetiu nesta terça-feira, 10, que o mercado já começou a revisar suas estimativas para algo mais próximo das previsões do governo - que foram criticadas por ser consideradas otimistas demais.

No último Boletim Macrofiscal da pasta, publicado em março, a Secretaria de Política Econômica (SPE) reduziu a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2022 de 2,10% para 1,50%, enquanto o mercado estimava uma alta de apenas 0,50%, inclusive com algumas casas já apostando em nova recessão neste ano.

De lá para cá, porém, o consenso do mercado passou a se aproximar mais de uma alta de 1,0% no PIB deste ano. Na próxima quinta-feira, dia 12, o Ministério da Economia irá divulgar sua nova grade de parâmetros e a tendência é de que a projeção de crescimento de 1,50% em 2022 seja mantida.

Em apresentação em encontro da Frente Parlamentar do Empreendedorismo (FPE), Sachsida citou a divulgação nesta terça-feira pelo IBGE do crescimento de 1% das vendas do comércio em março - a terceira alta consecutiva do indicador.

"Disseram que eu estava em uma queda de braço com o mercado quando já tínhamos projeções melhores para o PIB deste ano. Quem previa uma queda de 0,5 do PIB já mudou para crescimento de 1,0%. Passo a passo, todo mundo vai convergir para a estimativa da SPE", avaliou. "Tivemos a maior onda de contágio por covid em janeiro, a invasão da Ucrânia em fevereiro e o mundo caminha para o maior aperto monetário desde os anos 80. Mesmo assim, as projeções do mercado estão melhorando. Isso mostra o nosso acerto", completou.

O secretário apresentou aos parlamentares o projeto de Novo Marco de Garantias, que tramita em regime de urgência na Câmara. Ao responder às dúvidas dos deputados e senadores da FPE, Sachsida voltou a dizer que a proposta tem um potencial trilionário para os mercados de crédito, garantias, seguros e capitais.

"A literatura econômica mostra que, após momentos de crise, as empresas têm dificuldades em obter novos empréstimos porque já queimaram suas garantias. Com isso, o canal de crédito deixa de funcionar e a economia patina", repetiu. "Com a possibilidade de fracionamento de um bem em várias garantias, o crédito ficará mais fácil e os juros mais baratos", completou.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
FPE