Notícias

São Martinho anuncia encerramento do período de moagem da safra 2019/20

São Paulo, 13 – O grupo São Martinho informou nesta sexta-feira, 13, via Fato Relevante, o encerramento do período de moagem da safra 2019/20 de cana-de-açúcar e a comparação do resultado com o guidance de junho deste ano e com a temporada anterior.

O total processado na safra 2019/20 foi de 22,64 milhões de toneladas de cana, 2,9% acima do guidance de 22 milhões de toneladas.

“O aumento de aproximadamente 3% no volume de cana processada em relação as estimativas iniciais, deve-se às melhores condições climáticas observadas durante a safra e, principalmente, à maior produtividade da cana de primeiro corte”, informa o comunicado divulgado pela empresa.

A produção de açúcar superou o guidance em 4,8%, ficando em 1,106 milhão de toneladas. Já o etanol ficou 2,4% acima, em 1,172 bilhão de litros. A safra foi levemente menos alcooleira do que o grupo projetou em junho – o porcentual da moagem destinado ao etanol ficou em 63%, ante 64% estimados no guidance.

O nível de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de matéria-prima processada ficou em linha com a projeção, em 139,4 kg, ante guidance de 139,0 kg. A cogeração de energia – que continuará até março de 2020 – foi estimada em 910 MWh, em linha com o guidance.

Na comparação com a safra 2018/19, o processamento de cana aumentou em 10,7%, mas o ATR médio caiu 2,0%. Em termos de produção, o maior avanço foi do açúcar: 11,4%. Já o etanol avançou 6,9% e a cogeração de energia, 9,8%.

O mix entre açúcar e etanol foi praticamente o mesmo: 63% para o biocombustível e 37% para o adoçante em 2019/20, ante 64% e 36%, respectivamente, em 2018/19.