Cocheira

Informação de Cocheira

Os reis do gado

São poucos os selecionadores de gado que vendem mais de mil touros por ano no Brasil. A Agropecuária Jacarezinho, que pertence ao grupo gaúcho  Grendene, dos irmãos Pedro e Alexandre Grendene, vai bater essa marca pelo quinto ano consecutivo. A conta esperada na safra 2013 é de 1,4 mil animais, segundo o diretor de agropecuária do grupo, Ian Hill. Caso os preços permaneçam na média do que vem sendo praticado no mercado, somente com a venda dos reprodutores a receita deve superar R$ 8,5 milhões até dezembro. A empresa possui um rebanho superior a 30 mil animais em fazendas de São Paulo e da Bahia.

Carga pesada

Chegam, em agosto, as primeiras cargas de suínos importadas dos Estados Unidos e da Austrália pela VPJ Alimentos, de Jaguariúna (SP). O pecuarista Valdomiro Poliselli Júnior, dono da empresa, diz que a hampshire, raça escolhida por ele em viagens aos dois países, tem mais gordura entremeada na carne do que as criadas no Brasil, como landrace, large white e duroc. Por isso, quando os hampshire são abatidos ainda leitões, sua carne é mais saborosa e valorizada.



Parceria no balcão

Para a distribuição e venda de insumos agropecuários, o País conta com 9,5 mil pontos comerciais, dos quais 1,2 mil são associados à Andav, a entidade das empresas do segmento. Agora, além dos insumos, Henrique Mazotini, presidente-executivo da Andav, acredita que os pontos de venda possam agregar outros serviços, entre eles o seguro rural. Uma parceria com o BB-Mafre, através de uma corretora paulista, deve oferecer seguro primeiramente em São Paulo e depois no restante do País. O anúncio é esperado para o congresso da entidade, entre os dias 29 e 31 de julho, em São Paulo. Os associados da Andav respondem por 60% do total movimentado pelo setor.

Com muita pressa

Ainda em 2013, José Carlos Grubisich, presidente da Eldorado Brasil, quer ter em mãos a licença de instalação da segunda etapa da fábrica de produção de celulose de Três Lagoas, em Mato Grosso do Sul. A primeira fase do projeto, inaugurada em novembro passado, deve processar 1,7 milhão de toneladas de eucalipto por ano. A ideia inicial da J&F Investimentos, controladora da Eldorado, era inaugurar a segunda linha do projeto em 2017. Mas Grubisich quer adiantá-la em um ano e dobrar a produção  de celulose. A terceira linhaestá projetada para 2021.

O botafora da cana

O grupo gaúcho Paquetá, fabricante e varejista da área de calçados, deve vender, até o final do ano, os últimos dez mil hectares de um total de 60 mil hectares de suas três fazendas em Naviraí e Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul. A região é uma das que vêm sendo tomadas pela cana-de-açúcar, no Estado. A Paquetá, que se dedicava à pecuária de corte desde 1975, possuía um rebanho de 90 mil animais, todos já vendidos, e um dos mais respeitados trabalhos de melhoramento genético das raças nelore e braford. As terras são avaliadas, atualmente, em pelo menos R$ 600 milhões.