Estilo no Campo

Os globais e rurais

Ricos e famosos, atores globais conciliam a vida sob os holofotes com o prazer de investir em negócios no campo

 

Marcos Palmeira:

Tem uma propriedade de 200 hectares no interior do Rio de Janeiro, onde se dedica à produção de orgânicos

Sua fazenda produz: cerca de 39 variedades de frutas, verduras e legumes

“Produzir orgânicos é respeitar o tempo de cada alimento, a

terra e o meio ambiente também”

Marcos Palmeira

Eles estão habituados ao assédio dos fãs e aos holofotes. Mas, desligadas as câmeras, é em meio à calma e à tranquilidade do campo que muitos dos atores e celebridades globais relaxam e investem em novos e agitados negócios. Foi o que aconteceu com o ator Marcos Palmeira, por exemplo, que há anos se dedica à produção de frutas, legumes e hortaliças orgânicas no sítio Vale das Palmeiras, localizado na região de Friburgo (RJ). Inicialmente, a ideia dele era investir em gado leiteiro, mas, ao adquirir a propriedade, mudou de ideia. “Quando comprei a fazenda, já existia uma produção convencional de verduras e eu me apaixonei.” Hoje, dos 200 hectares da propriedade, cerca de 20 são voltados para a produção de 39 produtos, todos certificados pelo Instituto Brasileiro da Diversidade (IBD). Além disso, a preocupação com a natureza é constante na propriedade. “O orgânico respeita o tempo de cada produto, respeita a terra e por consequência respeita o meio ambiente.”

Quem também se apaixonou pelo dia a dia rural foi a atriz Regina Duarte. Ela é casada com o pecuarista Eduardo Lippincott, que, depois de 35 anos dedicados ao nelore, decidiu a partir de 2003 investir na raça brahman com a esposa. A empolgação com os animais foi tamanha que eles adquiriram uma fazenda em Barretos (SP), voltada para a criação dos animais que levam a marca MAK. “Gosto muito de ver nascer os animais, acompanhar o crescimento, os cruzamentos e depois colher os resultados”, explica ela.

O entusiasmo de Regina pela atividade de fazendeira acabou contagiando celebridades como a apresentadora Ana Maria Braga, que desde 2004 é titular do plantel Sexy Brahman, que hoje conta com cerca de 500 cabeças. No ano passado, as duas ganharam a medalha Mérito Pecuário Rubico de Carvalho por ajudar a difundir a raça em todo o País. Ana Maria é também a promotora do Leilão Brahman In Concert, que este ano chegou à quinta edição. É na fazenda em Bofete (SP) que ela se dedica a acompanhar de perto a criação, a estudar a raça e a fazer contatos com outros grandes pecuaristas.

 

Ricos e famosos, atores globais conciliam a vida sob os holofotes com o prazer de investir em negócios no campo

Ana Maria Braga:

dona do plantel Sexy Brahman, ela mantém cerca de 500 cabeças na fazenda em Bofete (SP)

 

Regina Duarte:

teve sua paixão pelo brahman despertada depois de casar com o pecuarista Eduardo Lippincott

Para ela, é indispensável acompanhar não só as tendências da raça, como também as questões políticas e de sanidade que envolvem a pecuária. Mas ela faz tudo com muita satisfação e considera que o tempero de tudo seja o seu amor pela atividade. “Gosto do cheiro dos animais, do capim, do silo. Coisas simples que satisfazem o coração, preenchem.”.

Enquanto Ana Maria e Regina passaram a se dedicar mais recentemente, a atriz Guilhermina Guinle orgulha-se de ter vivido a maior parte da vida em contato com o campo. É na Estância da Gruta, em Pelotas (RS), herdada de seu avô, que ela aproveita não só para relaxar, mas também para acompanhar a avó, dona Antonia, que aos 93 anos, foi a responsável por introduzir a raça de pônei inglês shetland no Brasil há algumas décadas. “Quando éramos crianças, acordávamos às 5 e meia da manhã e saíamos, com meia de lã e bombacha, para acompanhar os campeiros”, relembra. A proximidade de Guilhermina com suas raízes acabou contagiando o namorado, o ator Murilo Benício, que investe em um plantel de nelore e gir leiteiro em parceria com Tico Cardoso e o pecuarista Felipe Picciani, um dos principais investidores da raça e atual presidente da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB). Juntos, eles formam o grupo Agrocopa, que no ano passado promoveu o primeiro leilão e logo na estreia comercializou 36 prenhezes gir, faturando R$ 1,450 milhão.

Murilo Benício:

investe em gir leiteiro e nelore, em parceria com os pecuaristas Felipe Picciani e Tico Cardoso

 

Ricos e famosos, atores globais conciliam a vida sob os holofotes com o prazer de investir em negócios no campo

Guilhermina Guinle: além de ter passado a infância na fazenda em Pelotas(RS), herdou a Estância da Gruta de seu avô

Quem também aposta em promoção de leilões é o comentarista Galvão Bueno. Entre a cobertura dos principais eventos esportivos nacionais e internacionais, ele arruma tempo para cuidar de sua fazenda no norte do Paraná, onde investe na criação de red angus e quartode- milha. Voltando para o interior de São Paulo, mais precisamente em Santa Rita do Passa Quatro, é possível encontrar a atriz Ana Paula Arósio em seu sítio, dedicado à criação de cavalos mangalarga, sua maior paixão. Ela conta que sempre que pode acompanha todo o trabalho na fazenda. O amor pelos equinos é tamanho que, em abril, na cerimônia do seu casamento com o cavaleiro de salto Henrique Pinheiro, os noivos chegaram a cavalo. Mais no clima rural, impossível!!!

Ana Paula Arósio: apaixonada por cavalos e praticante de hipismo, é dona de um sítio em Santa Rita do Passa Quatro (SP), onde cria mangalarga