As Melhores da Dinheiro Rural

A escolha das melhores

Saiba os critérios utilizados para decidir quais são as companhias do agronegócio em destaque no prêmio AS MELHORES DA DINHEIRO RURAL 2015

Este ranking foi elaborado conforme informações contábeis da base de dados da Boa Vista, da Economática e dos questionários respondidos pelas empresas conjugando informações contábeis e de gestão corporativa.

As empresas que participaram dos rankings setoriais foram avaliadas exclusivamente pelos critérios financeiros. Os rankings setoriais englobaram as seguintes categorias: Bebidas, Grãos, Moinhos e Massas, Café, Papel-Celulose e Reflorestamento, Nutrição Animal, Açúcar e Biocombustíveis, Óleos Vegetais, Calçados e Couros, Laticínios, Fertilizantes e Agroquímicos e Máquinas e Implementos Agrícolas. As empresas que responderam ao questionário completo foram divididas por categoria de Receita Líquida (2014) e foram avaliadas pelo aspecto financeiro, de gestão corporativa e pelo combinado das duas dimensões.

Este ranking por categoria de receita contempla os seguintes agrupamentos, independentemente do setor: Cooperativas Agrícolas, Empresas Pequenas (até R$ 100 milhões), Médias (de R$ 100 milhões a R$ 500 milhões), Grandes (de R$ 500 milhões a R$ 5 bilhões) e Conglomerados (maior que R$ 5 bilhões). Na categoria Conglomerados e Grandes Empresas foi feita uma subdivisão entre empresas com negócios relacionados diretamente e as indiretamente relacionadas ao agronegócio.  O enquadramento no segmento foi feito através da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) e as empresas foram identificadas e distinguidas por um único CNPJ. As informações da base de dados não foram auditadas pela equipe técnica responsável pela análise, coordenada pelos consultores Miguel Angelo Arab e Anderson Martins. Em caso de dúvida em relação aos dados, foi aplicado o critério de conservadorismo. Eventos supervenientes a 31/12/2014 e/ou mudanças qualitativas de gestão e governança das empresas não puderam ser captados pela análise por setor. A escolha da empresa do ano baseia-se em critério editorial entre as empresas que mais se destacaram nos diversos segmentos avaliados.

Os Melhores da Pecuária
Os prêmios dos Destaques da Pecuária estão divididos em Genética Nelore, Genética Rebanho Nacional, Gado de Elite, Gado de Produção, Confinamento de Produtor, Confinamento de Empresa Frigorífica, Carne de Qualidade, Fazenda Sustentável e Leilões. Saiba os detalhes de como são escolhidos os vencedores.

1 • Genética
Dividido em duas categorias: Genética Nelore e Genética Rebanho Nacional para as demais raças.
Entre os participantes dos programas de melhoramento foram selecionados os criadores dos reprodutores líderes e também os vice-líderes de sumário por índice final ou líder para o peso ao sobreano (450 dias), nos programas que não possuem um índice final. Colaboração: PMGRZ/ABCZ, ANCP/USP, GENEPLUS/EMBRAPA, Paint, Aliança, Natura, Promebo, Conexão Delta G, Pampa Plus e Gensys. Raças participantes: angus, braford, brahman, brangus, canchim, gir, guzerá, hereford, indubrasil, nelore, nelore mocho, senepol, sindi e tabapuã.

O animal líder indicado deveria, ainda:

  • Ter o seu criador participantedo programa
  • Na raça nelore possuir pelo menos 200 filhos avaliados em um mínimo de quatro rebanhos. Pelo menos 10% dos filhos devem estar em atividade e no mínimo um deles deve estar avaliado nos últimos cinco anos.
  • Para as demais raças, possuir pelo menos 30 filhos avaliados em pelo menos dois rebanhos. Pelo menos 10% dos filhos devem estar em atividade e no mínimo um deles deve estar avaliado nos últimos cinco anos.

Após as indicações dos criadores é aplicado o seguinte questionário para pontuação:

a) Quantos touros do criatório estão entre os 20 melhores (por índice final) do sumário do programa de touros que participa? 1 ponto até 5 touros; 2 pontos de 6 a 10 touros; 3 pontos para 11 ou mais touros.
b) Quantos animais foram indicados para touro jovem no último sumário e qual o percentual que representam dos touros jovens nascidos em sua respectiva safra? No nelore 1 ponto até 29%; 2 pontos para mais de 30%; Nas demais raças 1 ponto se tem touro indicado.
c) Quantos animais foram avaliados em 2014. No nelore: 1 ponto até 1000; 2 pontos acima de 1000. Nas demais raças: 1 ponto até 500 animais; 2 pontos acima de 500.
d) Usa DEP genômica ou ultrassonografia na seleção (não é considerado ultrassonografia para diagnóstico de gestação, mas para avaliação genética de carcaça). 1 ponto para genômica e 1 ponto para ultrassonografia.
e) Quantos leilões próprios e de quantos participa como convidado. 1 ponto para organização de até 2 leilões; 2 pontos para 3 ou mais.  Para convidado: 1 ponto para participação em até 2 leilões; 2 pontos para 3 ou mais. 
f) Participação em exposições. 1 ponto para cada uma
g) Em 2014 e 2015 realizou parceria em pesquisas ou com universidade. 1 ponto  até dois incentivos; 2 pontos de 3 a 4 incentivos; 3 pontos de 5 a mais incentivos.
h) Qual o percentual do rebanho inseminado? Usa tecnologias como IATF (Inseminação Artificial em Tempo Fixo) e TETF (Transferência de Embriões em Tempo Fixo)? 1 ponto para inseminação em mais de 70% do rebanho. 1 ponto para IATF, 1 ponto para TETF ou FIV (Fertilização In Vitro).

Critério de desempate: peso pela ordem do questionário

2 • Gado de Elite

Para o gado de elite foram selecionados os melhores criadores dos rankings das associações, fechados em 2014 com mais de 30 participantes. Para os rankings não fechados foram utilizados os dados apurados até outubro.

Após as indicações dos animais foi aplicado o seguinte questionário para a fazenda criadora

a) Participa de programa de melhoramento genético? 1 ponto em caso afirmativo
b) Entre os touros de melhoramento (não necessariamente de pista) quantos estão em central? 1 ponto para 1 touro; 2 pontos de 2 a três touros; 3 pontos para 4 ou mais.
c) Entre os touros de pista, possui exemplar em Central de Inseminação? 1 ponto para 1 touro; 2 pontos de 2 a três touros; 3 pontos para 4 ou mais
d) Quais exposições fez o campeão bezerro na categoria bezerro/a no ranking corrente ou finalizado neste ano? 1 ponto até 2 campeões; 2 pontos de 3 a 5 campeões; 3 pontos de 6 a 9 campeões; 4 pontos 10 ou mais campeões.
e) Qual o percentual do rebanho inseminado? Usa tecnologias como IATF (Inseminação Artificial em Tempo Fixo) e TETF (Transferência de Embriões em Tempo Fixo)? 1 ponto para inseminação em mais de 70% do rebanho; 1 ponto para IATF; 1 ponto para TETF ou FIV
f) Usa tecnologias genômicas? 1 ponto
g) Promove leilões? 1 ponto até dois eventos; 2 pontos acima de 3 leilões
h) Participa de quantos leilões como convidado, por ano? 1 ponto para até 3; 2 pontos se participa até 10; 3 pontos se participa em mais de 10.

Critério de desempate: peso pela ordem do questionário

3 • Gado de produção

Solicitados os criadores que mais venderam animais de produção para recria e engorda em 2014, por meio de leiloeiras rurais. A nota final foi tabulada considerando 50% o ranking de criadores que mais venderam animais e 50% considerando o ranking do volume de venda de machos. Colaboração: Central Leilões, Estância Bahia, Leilogrande e Programa.

4 • Confinamento 

A partir de dados fornecidos pela Associação Nacional de Criadores, e de pesquisa da editora, são elencadas as dez unidades que mais confinaram em 2014. Em seguida, aplica-se o questionário. As unidades foram separados por produtores e por empresas frigoríficas.

Após as indicações dos animais foi aplicado o seguinte questionário para a fazenda criadora

a) A unidade de engorda possui certificação de processo e/ou qualidade, certificada por um agente externo sem vínculo com a empresa /propriedade? Quantas? Quais? Houve certificação recebida em 2014? 1 ponto por certificação; 1 ponto se está na lista trace/Sisbov.
b) Quantos animais foram confinados em 2014? Em relação ao ano anterior (2013) houve crescimento ou redução do número de cabeças? De quanto? 1 ponto para crescimento; 2 pontos se foi mais que o dobro.
c) Qual a intenção de confinar em 2015? 1 ponto para crescimento; 2 pontos se foi mais que o dobro.
d) Qual o percentual de animais próprios e o de boitel? 1 ponto para quem tem mais de 70% de animais próprios.
e) Quais foram as tecnologias/mudanças implantadas em 2014 para favorecer o bem-estar animal, administração e a gestão ambiental? 1 ponto se há mudança em bem-estar; 1 ponto se há mudança para meio ambiente; 1 ponto para mudança administrativa.
f) Qual é a quantidade média de arrobas engordadas por animal (valores em @) no período de confinamento? 1 ponto para ganho geral acima de 7@

Critério de desempate: volume de animais

5 • Marcas de carne

Convidadas a participar as empresas que trabalham com marcas de carne no mercado brasileiro atreladas a programa com produtores. Foi aplicado o seguinte questionário:

As questões endereçadas às empresas que trabalham com carne de qualidade foram:

a) Qual o número de produtores no programa? 1 ponto até 100 produtores; 2 de 101 a 200; 3 pontos para mais de 201.
b) Qual o percentual de aumento de adesão em 2014?  1 ponto para aumento; 2 pontos se mais que o dobro.
c) Qual foi o volume de carne negociado em 2014? De quanto foi o aumento ante 2013? 1 ponto para aumento até 20%; 2 pontos de 21 a  60%; 3 pontos acima de 61%.
d) Qual a previsão para 2015? 1 ponto para aumento até 20%; 2 pontos de 21 a  60%; 3 pontos acima de 61%.
e) Quantos são os pontos de venda da carne? Em quantos Estados? 1 ponto até 5 Estados; 2 pontos de 6 até 10 Estados; 3 pontos para 11 ou mais Estados.
f) Em 2014, houve alguma ação de marketing ou mudança da apresentação na gôndola, que impactou em melhor visualização e aumento das vendas? 1 ponto se houve marketing; 1 ponto especificamente para ação em gôndola.
g) Qual é o número de produtos no portfólio da marca? 1 ponto até 10; 2 pontos 10 a 20; 3 pontos para 21 ou mais.
h) Qual a bonificação máxima ao produtor? 1 ponto por premiação fixa; 2 pontos para premiação estratificada.
i) Qual o percentual de produtores com bonificação máxima? 1 ponto até 30%; 2 pontos de 31% até 50%; 3 pontos para 51% ou mais.
j) Quais foram as conquistas de destaque no ano de 2014?

Critério de desempate:  conquistas em  2014

6 • Fazenda sustentável

As fazendas são indicadas por entidades que incentivam a sustentabilidade. Podem ser anotados até dois projetos por instituição. Foram indicadas fazendas assistidas pelo Grupo Etco/UNESP, GTPS e Aliança da Terra. As entidades elaboraram um relatório com as defesas de seus indicados, analisadas por consultores. As fazendas foram classificadas em Ouro, Prata e Bronze.

As perguntas aos técnicos foram as seguintes:

a) O que a fazenda faz de relevante na área de sustentabilidade? Por que ela foi escolhida?
b) Justifique as ações que dão sustentabilidade à propriedade?
c) Dessas ações, qual se destaca, considerando 2014?
d) Há diversificação dos sistemas de produção? Quais atividades?
e) Para qual dos itens há assessoria formal:
e.1) gestão da propriedade rural 
e.2) gestão ambiental 
e.3) recursos humanos
e.4) manejo racional e bem-estar animal
e.5) manejo de pastagens 
e.6) melhoramento animal
f) Qual foi a média de animais abatidos ou comercializados em 2014?

7 • Leilões
Participam as empresas e profissionais do setor. O indicado é uma decisão da Dinheiro Rural.