As Melhores da Dinheiro Rural

Gestão corporativa da Usina Coruripe é premiada

Mudanças na estrutura não alteraram diretrizes da empresa alagoana

Gestão corporativa da Usina Coruripe é premiada

José Luiz Tejon, diretor do núcleo de agronegócio da Escola Superior de Propaganda e Marketing e membro do Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS), faz a entrega do prêmio AS MELHORES DA DINHEIRO RURAL 2015 a Jucelino Sousa, diretor presidente da Usina Coruripe

O primeiro lugar entre as GRANDES EMPRESAS do agronegócio direto na categoria Gestão Corporativa é da Usina Coruripe, do setor de Açúcar e Bioenergia. O prêmio foi entregue pelo professor Jose Luiz Tejon, diretor do núcleo de agronegócio da Escola Superior de Propaganda e Marketing e Conselheiro do Conselho Científico para Agricultura Sustentável, na noite desta terça-feira, 15, em São Paulo, em evento que reuniu empresários e produtores rurais de diversas regiões do País. “Esse premio é muito importante para  aCoruripe pois completamos 90 anos de existência”, diz Jucelino Sousa, presidente da empresa. “Esse prêmio é uma prova da resiliência do setor.”

A empresa, com sede em Maceió (AL), saiu fortalecida de um processo de profissionalização, no qual manteve a essência do grupo comandada por Tércio Wanderley. “O fundador dava muita atenção aos trabalhadores, às questões ambientais e a uma gestão moderna e inovadora para a sua época”, afirma Sousa, contratado em 2013 para ser o presidente da companhia. “E isso continua presente na Coruripe.”

Em 2014, a empresa que tem cinco usinas, uma no Nordeste e quatro em Minas Gerais, faturou R$ 1,7 bilhão, 16% acima do ano anterior. Na safra 2015/2016, a Coruripe deve utilizar toda a sua capacidade produtiva de moagem pela primeira vez, com 14 milhões de toneladas.