O Campo em números

Recorde histórico

ESTRADAS
Investimentos na rota da soja

A Rota do Oeste, concessionária da Odebrecht Transport, anunciou no mês passado investimentos de R$ 2,7 bilhões até 2019 para duplicação de dois trechos na BR 163 em Mato Grosso. Os planos fazem parte de um aporte de R$ 5,5 bilhões que a empresa deverá fazer até 2044, período de concessão da rodovia pelo governo federal. Do total de 850 quilômetros, a empresa duplicará 453,6 km. Desde 2014, a empresa já gastou R$ 1,2 bilhão em 117 quilômetros duplicados na rodovia, o mais importante corredor de escoamento de grãos do Estado, onde trafegam cerca de 70 mil veículos por dia.

CRÉDITO
Custeio privado em alta

Com a escassez de crédito do governo federal, aumentaram os financiamentos para custear a safra 2015/2016 a partir de recursos com bancos privados e multinacionais fornecedoras de insumos como defensivos agrícolas. Segundo o levantamento do Instituto Matogrossense Economia Aplicada, para a safra de soja em Mato Grosso, essas duas fontes totalizaram R$ 173,3 milhões. Isso representou 28% do custeio total do grão nesta safra, estimado em R$ 16,16 bilhões. Na temporada anterior, o custeio privado foi de 15%.

RECUPERAÇÃO
Frigol volta ao jogo

Com uma unidade em São Paulo e duas no Pará, o frigorífico Frigol anunciou no mês passado que cumpriu seu plano de recuperação judicial, iniciado em 2010. O faturamento da empresa cresceu quase três vezes, superando R$ 1,4 bilhão, no ano passado. Nesse mesmo período, a sua margem de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização saltou de 3,9% para 8,7%, superando os R$ 100 milhões. A alavancagem financeira também foi reduzida de 4,5 vezes para 1,3 vezes. Segundo Luciano Pascon, CEO da Frigol, o plano é analisar as oportunidades de expansão e diversificação de produtos. Atualmente, a empresa processa anualmente cerca de 180 mil toneladas de carnes bovina e suína.

AÇÚCAR
Logística mais barata

O baixo preço do petróleo, combinado com a desaceleração na China, vem levando a forte queda no preço do transporte marítimo. Segundo a consultoria INTL FCStone, de Campinas (SP), o frete da tonelada de açúcar de Santos para Taiwan (República da China) chegou a ser cotado em US$ 18,14, em meados do final do mês passado, quase metade do que era cobrado há um ano e 77% abaixo do início de 2014.

Sustentabilidade

“É ESTRATÉGICa PARA A PERENIDADE DE DIVERSAS EMPRESAS, PRODUTORES RURAIS, EMPREENDEDORES E TANTAS OUTRAS PESSOAS QUE ENXERGARÃO AS QUESTÕES SOCIAIS E AMBIENTAIS COMO FUNDAMENTAIS PARA SEU DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO” Osmar Dias, vice-presidente de Agronegócios e Micro e Pequenas Empresas do Banco do Brasil

amplie aqui a imagem

China
Açúcar cai 20%

A produção de açúcar na China alcançou 1,373 milhão de toneladas, em dezembro de 2015, contra 1.717 milhão no mesmo mês em 2014, uma queda de 20%. No acumulado da safra 2015/16, a China produziu 1,916 milhão de toneladas de açúcar, volume 13,3% menor em relação ao produzido em igual período da safra anterior.

Soja
Quase 100 milhões de toneladas

O Brasil deve colher cerca de 99,2 milhões de toneladas de soja na safra 2015/2016, alta de 2% em relação à temporada anterior. As perspectivas são do Rally da Safra, tradicional expedição técnica. Em relação à segunda safra de milho, os técnicos do Rally estimam 57,7 milhões de toneladas, aumento de 6% sobre o ciclo anterior.

Análise do Mês
Uma realidade no campo


Guilherme Nastari, diretor da Datagro

Ano após ano, a produção agropecuária brasileira apresenta números positivos. Em 2015, mesmo apesar das adversidades locais, do clima heterogêneo e do ambiente político-econômico turbulento, o Valor Bruto da Produção (PIB) Agropecuária atingiu o recorde histórico de R$ 498,5 bilhões.  Para este ano de 2016 a expectativa do Ministério da Agricultura é de um novo aumento, R$ 503,57 bilhões. A busca contínua por eficiência e investimentos em tecnologia são os principais motivos deste cenário positivo. O produtor busca continuamente soluções que possam aumentar sua produtividade e rendimentos operacionais. Com o desdobramento do conceito de Big Data Agrícola, produtores mais informados e mais capacitados passam a gerenciar melhor riscos e adversidades operacionais. Por meio do cruzamento de dados e consequente melhor entendimento de adversidades, a DATAGRO estima que a eficiência global operacional da lavoura possa obter ganhos marginais de até 30%. Entretanto, a disseminação deste conceito dentro do ambiente Agro necessita ainda desenvolver áreas como a da tecnologia da informação, estatística e telecomunicações. Dada a relevância e a preocupação de como a tecnologia poderá auxiliar o controle dos efeitos do aquecimento global, pela primeira vez estes assuntos foram discutidos na CAMPUS PARTY, o maior evento de tecnologia do Brasil. O produtor de hoje, que por muito tempo foi taxado de caipira e desatualizado, já está mais moderno que vários habitantes de grandes centros no mundo.