Porteira Aberta

Negócio à moda gaúcha

Negócio à moda gaúcha

Divulgação

ORGÂNICOS
Produção indígena

O Ministério da Agricultura autorizou, no mês passado, a Associação Terra Indígena Xingu (Atix) a funcionar como certificadora da produção orgânica, inaugurando o primeiro Sistema Participativo de Garantia (SPG) exclusivamente indígena do mundo. O mel produzido por 70 apicultores de 39 aldeias deve ser o primeiro produto certificado, mas haverá outros, como o guaraná e a mandioca, por exemplo.

FRANGO CAIPIRA
Normas de produção

Após dois anos de debates, foram anunciadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) as novas regras para a identificação do frango caipira, segmento em alta no mercado brasileiro. A novidade trata de aspectos gerais da produção e da rotulagem do produto como manejo, critérios de abate, controle sanitário, insumos e aditivos, estrutura produtiva, documentação e controles laboratoriais.

PRAGA
Soja louca

Depois de dez anos, os pesquisadores da Embrapa conseguiram identificar o agente causador da doença conhecida como Soja Louca II (SL-II), uma praga que causa deformações na planta. No mês passado, o Ministério da Agricultura reconheceu um nematóide como o seu agente da praga, o que abre um caminho para a definição de estratégias de manejo.

Na roça

2005/2006
Ano de identificação da praga

60%
De perdas nas lavouras

Os Estados mais afetados são:
Maranhão, Tocantins, Pará e Mato Grosso

Pecuária
Mais um passo para a carne de qualidade

A Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores (ANCP) apresentou a primeira bateria de touros da raça nelore que farão parte da Reprodução Programada (RP) Genômica. Com isso, os pesquisadores pretendem incluir nos programas de melhoramento as informações genéticas apuradas em testes de DNA. O objetivo é identificar animais, ainda jovens, com alta confiabilidade em suas informações, ajudando a encurtar os intervalos de gerações e os ciclos de produção de carne. Os dados servirão para compor mais uma DEP, sigla para Diferença Esperada na Progênie, chamada de DEP Genômica, uma informação que mostra o potencial de transmissão de uma característica de pai para filho.

INAUGURAÇÃO
Novo laboratório

A americana DuPont inaugurou no mês passado, em Paulínia, no interior paulista, seu laboratório de biotecnologia industrial. A estrutura contou com investimentos de US$ 22 milhões e deverá atender aos mercados de amidos, adoçantes e de etanol de segunda geração.

UVA E VINHO
Cadastro Único

A ministra da Agricultura Kátia Abreu lançou, no mês passado, o Cadastro Único Nacional Vitivinícola, que visa subsidiar a elaboração de políticas públicas  para o setor. O cadastro vai integrar os bancos de dados mantidos pelo próprio ministério, Embrapa, Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul e pelo Instituto do Vinho (Ibravin), formando um sistema único de informações.

PARCERIA
Produção sustentável

O titular do Ministério do Desenvolvimento Agrário(MDA), Patrus Ananias, recebeu, em Brasília, no mês passado, representantes da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ). No encontro a ABCZ apresentou o Programa Pró-Genética, instituído há dez anos para ofertar touros melhorados aos pequenos produtores. A parceria entre a ABCZ e o MDA serviria como mais uma ferramenta para impulsionar a produção pecuária no País. A entidade pecuária saiu do encontro com a promessa de que ela será estudada.

Agroquímicos
Praga nunca mais

No fim do mês passado, os professores Robinson Osipe e Jethro Osipe lançaram o livro “Aspectos Biológicos e Econômicos do Uso dos Herbicidas à Base de 2,4-D no Brasil”. A publicação fala sobre a importância do produto no controle de plantas daninhas e o impacto para os produtores e para a mesa dos brasileiros. Atualmente, o herbicida 2,4-D é um dos mais utilizados no País.

PECUÁRIA
Guia sustentável

O Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS) lançou, no mês passado, o Guia de Práticas para Pecuária Sustentável. O material, elaborado pela Comissão do GTPS, reúne todas todas as possibilidades para que o produtor melhore sua produtividades por meio de tecnologias que demandam de pouco tempo e investimentos.

DRONES
Anac tenta regulamentação

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) apresentou em setembro, em Brasília, a proposta de regulamentação para utilização de drones, tecnicamente conhecidos por Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs). A regulamentação dos drones, já utilizado na agricultura, ajudará os produtores a minimizar os ônus administrativos e burocráticos, já que as regras serão estabelecidas de acordo com o nível de complexidade e risco envolvidos em cada operação.

APLICATIVO
Tecnologia no campo

Visando facilitar seu trabalho na lida da fazenda, o pecuarista Fernando Lourenzini, de Santiago, no Rio Grande do Sul, criou um aplicativo para auxiliar no manejo e na logística das propriedades rurais, chamado de CL Rural. O aplicativo pode ser utilizado em todos os segmentos da pecuária e será distribuído de graça aos interessados.

O CL Rural permite:

  • Registro de propriedades e rebanhos
  • Cada propriedade pode ser dividida conforme as suas particularidades
  • Faz o registro por lote de manejo e categoria animal
  • Espaço extra para anotações

NOVIDADE
Remates Online

Prestar serviços de transmissões de leilões rurais via internet, em alta qualidade e com preços competitivos, são os objetivos da empresa gaúcha Z5 Produções, com sede em Porto Alegre, que acaba de chegar ao mercado. A empresa será comandada pelo diretor comercial Thales Silveira, que trabalhou nos últimos 23 anos como coordenador de marketing da também leiloeira gaúcha Trajano Silva Remates, e pelo consultor técnico Jorge Luiz Alves, criador da plataforma de transmissão de leilões pela internet, em 2006. Segundo os empresários, a meta é para os próximos dois anos, tornar a Z5 Produções líder no segmento, na região Sul do País.

O que é o projeto pesqueiro

  • Serão criados CPGs  em todo o País
  • Seis unidades marinhas
  • Seis unidades continentais 
  • R$ 12 milhões devem ser investidos em pesquisas e análises

PESCA
Incentivo ao setor

No mês passado, o governo federal criou, em parceria com entidades do setor de pesca, o Comitê Permanente de Gestão (CPG). O comitê é uma antiga reivindicação das empresas pesqueiras, que não contam com atividade monitorada desde 2008. A ideia é aprimorar a estrutura setorial.

RAÍZEN
Investimentos consolidados

Para ampliar sua eficiência na região Centro-Sul, a Raízen, joint venture entre a Cosan e a Shell, investiu R$ 70 milhões para  reativar seu terminal de distribuição de combustíveis em Campo Grande (MS) e instalar sua base em Ourinhos (SP), que teve a capacidade triplicada.

PREMIAÇÃO
Bunge em festa

No dia 30 de setembro, a Fundação Bunge comemorou 60 anos de atuação no País e a 60ª edição do prêmio que homenageia profissionais nas categorias ciência, letras e arte. Neste ano, as áreas escolhidas foram recuperação de solos degradados para a agricultura e saneamento básico e manejo de água.

Balanço parcial
Nutrição Animal

De acordo com os dados do Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal (Sindirações), divulgados no mês passado, até o final de 2015, o setor de alimentação animal deverá produzir cerca de 67,1 milhões de toneladas, um incremento de 3,2% em relação a 2014. No primeiro semestre deste ano, foram produzidas 32,2 milhões de toneladas de ração, um crescimento de 2,2% sobre o mesmo período de 2014.

Em busca de um padrão 
No mês passado, a Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia), entidade que reúne as empresas de material genético bovino, apresentou o resultado da venda de sêmen por raça, em 2014. O resultado geral já havia sido informado em abril: 13,6 milhões doses, um aumento de 4,5% ante 2013. O presidente da entidade, Carlos Vivacqua, fala de mercado e das metas da Asbia.


Carlos Vivacqua,presidente da Associação Brasileira de Inseminação Artificial

Como foi este primeiro semestre?
Foi sólido no segmento de corte. O crescimento no volume de vendas de sêmen foi de 8%, puxado pela utilização da IATF.

E no gado leiteiro?
Nesse mercado, houve uma queda de 7%, gerada por problemas de qualidade do leite na região Sul, em locais de alto índice de utilização da técnica. Também houve inflação nos custos do sêmen, face à desvalorização do real.

A raça angus, definitivamente, ultrapassou a nelore na quantidade de sêmen vendido?
O ano de 2014 foi marcado pelo crescimento do angus sobre o nelore, em número de doses vendidas. Mas, na prestação de serviços para as fazendas, o nelore ainda é a raça mais expressiva em coleta de sêmen. A venda de angus se justifica por suas qualidades, alinhadas às exigências do mercado internacional de carne.

Por que a Asbia está investindo em um laboratório de análise?
O País tem uma significativa demanda por exames de análise de sêmen e não há uma padronização mínima. Com o laboratório pronto, previsto para 2016, vamos corrigir essa distorção.