Hippus

Puro-sangue

Agilidade de um peso-pesado

Conduzido por Paulo Koukdjian, Nobabo da Arca, o belo bretão da foto, foi o campeão da série Avançados, categoria cavalo de tiro na prova de maneabilidade/cones na Copa Legendário, válida como I Etapa do Campeonato Brasileiro de Atrelagem. O evento, realizado no dia 5 de maio, no Haras do Sonho, em Boituva (SP), contou com a participação de 35 animais, de 11 diferentes raças. Entre as novidades, a realização da primeira Minimaratona de Atrelagem no Brasil.

Best Jump 2012

O cavaleiro Paulo Fernando Miranda, conhecido como Nando, com o cavalo Platinum, de propriedade dos empresários Constantino Scampini e Milton Minello, conquistou o primeiro lugar no GP Todeschini, no evento The Best Jump 2012. A disputa, que reuniu 44 competidores, foi realizada em maio, na Sociedade Hípica Porto Alegre. Na pista de 1,4 mil metros, Nando registrou a marca de 45s6.

Crioulos campeões

A égua crioula BT Viola II, de Mariana Tellechea, da cabanha Basca, de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, levou os prêmios de grande campeã e melhor exemplar da raça, na pista da Associação Rural de Bagé. O evento Passaporte, promovido pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos da cidade, ocorreu em maio e rendeu ainda vaga na Expointer 2012, entre agosto e setembro, em Esteio (RS). Dos machos, o cavalo Encordoado da Tamanca, do criador Lauro Cardoso Terra, da Cabanha R8, de Pelotas, foi o grande campeão. A boa angulação nos garrões (pernas) e o andamento do animal garantiram o troféu.

Paraequestre

O time de adestramento paraequestre que representará o Brasil na Olimpíada de Londres já mostrou o seu potencial no Concurso Internacional de Adestramento Paraequestre de Mannheim, na Alemanha. No evento realizado em maio, nas disputas individuais, Sérgio Fróes Ribeiro de Oliva foi medalha de prata na categoria Grau 1A, montando o cavalo Rossini, e o cavaleiro Marcos Fernandes Alves, com o animal Luthenay de Vernay, foi o 5º colocado no Grau 1B. Fazem parte dos grupos 1A e 1B, cadeirantes.

CÂNTER

Luiz Rocco, da Confederação Brasileira de Hipismo, será o chefe da delegação de atletas do hipismo brasileiro na Olimpíada de Londres 2012, em julho. As competições serão no Real Greenwich Park, a 5,7 quilômetros do centro da cidade.

Qual o tamanho de sua equipe?

Trinta e nove. Destes, 11 são atletas, sendo 10 homens e uma mulher, 11 tratadores, além de 11 cavalos. Também compõem a comitiva brasileira três veterinários e três chefes de equipe.

O Brasil competirá em todas as modalidades?

Sim, o País competirá em três modalidades. Temos equipes para salto e concurso completo de equitação (CCE), com cinco atletas em cada uma delas, que competem também pelo título individual; e uma amazona, Luiza Tavares, competindo no adestramento.

Como os animais foram levados a Londres?

Quase todos foram de avião para Amsterdã e Frankfurt, de onde seguirão em caminhões para Londres, em julho. Somente os equinos da modalidade CCE já estão alojados nos arredores de Londres.