Hippus

Puro-sangue

GENÉTICA, OLHO E INVESTIMENTO

O empresário Osório Furlan Jr, do grupo Sadia, arrematou um dos principais cavalos no leilão Top Classic, realizado às vésperas do Grande Prêmio São Paulo de turfe. Trata-se do castanho Setembro Neva, irmão materno do lendário Setembro Chove. O investimento foi de R$ 120 mil. “Sempre existe o risco, porém o trabalho será feito com muita calma e planejamento”, diz.

CÂNTER

Após ver seu cavalo, Quick Road, vencer o GP São Paulo e faturar R$ 150 mil com um jóquei que nunca havia montado o belo castanho, Júlio César Mesquita, titular do Stud JCM, diz que seu animal ficará no Brasil e não há oferta que o faça mudar de idéia

Sem trocadilhos, a escolha do jóquei foi uma aposta? De certa forma sim, porque o Marcelo (Macedo) montou o Quick Road pela primeira vez no dia da corrida e realmente fez um páreo sensacional. Mas o trabalho da equipe fez a diferença, assim como a explosão do cavalo, que é um craque.

E para o futuro do cavalo… Vamos ver quais as melhores corridas, mas posso garantir que o cavalo não será vendido. Temos que valorizar os páreos brasileiros e pretendo contribuir com isso. Não preciso de dinheiro, por isso meus cavalos correm no Brasil.

E páreos internacionais? Isso pode ser estudado, sem dúvida, mas no momento o importante é valorizar o turfe brasileiro, no Brasil.

VENDAS EM ALTA

OX leilão luso-brasileiro, do criador José Vitor Oliva, totalizou vendas de R$ 1,32 milhão, com dois remates em destaque. O criador Manuel Tavares Filho, presidente do Banco Luso Brasileiro e titular da marca “Velho Barreiro”, capitalizou R$ 385 mil com a venda de cotas de cobertura do reprodutor Quartzo. Entre os cavalos, Oceano do Top (foto), arrematado pelo publicitário Paulo Salles, por R$ 166 mil. O empresário garantiu a sela do cavalo à amazona argentina radicada no Brasil Sandra Smith, que deve disputar os Jogos Pan-Americanos com o tordilho.

Milhões em ação

Em 20 de maio, 87 cavalos ‘TOP’ estiveram na capital paulista em dois eventos: 15 no GP São Paulo de Turfe e 72 na Seletiva para as provas de Salto do Pan- Americano do RJ. Considerando uma média de US$ 200 mil por cavalo, segundo organizadores, encontrase o nada modesto valor de US$ 17 milhões, ou R$ 34 milhões aproximadamente, em “ativos eqüinos”

Equitana no Brasil

A Comissão Nacional do Cavalo, órgão ligado à CNA, assinou um acordo de intenções com os organizadores da Feira Equitana, maior evento do gênero, realizado na Alemanha, a cada dois anos. A intenção é fazer uma versão brasileira para a América Latina. Para tanto, um estudo de viabilidade econômica foi apresentado aos organizadores. A expectativa é fazer o evento acontecer até 2009.

DISCO FINAL

A quarto-de-milha Hipocresia Dash venceu a celebrada corrida Mega Race, que pagou a dotação de R$ 630 mil, no Jóquei de Sorocaba. Essa foi a segunda vitória da fêmea que, em 29 de abril, faturou o Brasilian Future, com prêmio de R$ 450 mil.