Hippus

Puro-sangue

REMATES DA ABQM PASSAM DE R$ 35 MILHÕES

O acumulado dos leilões oficiais de criadores da raça Quarto de Milha chegou à casa dos R$ 35.296.880,00 no mês de julho, segundo a Associação dos Criadores (ABQM). Apenas num ciclo de cinco remates, realizado durante a 30.ª edição da Exposição Nacional do Quarto de Milha, entre os dias 14 a 22 de julho, em Avaré (SP), arrecadou R$ 5,9 milhões. Três lotes se destacaram. Primeiro foi a égua Bells Gun, importada dos Estados Unidos pelo Haras Villa San Jose e vendida por R$ 172 mil. Depois foi a vez da fêmea CD Colleen por R$ 120 mil, também trazida dos Estados Unidos, seguida de Freckles Cat Peppy, a melhor oferta do leilão “Parceiros da raça”, arrematada por R$ 108 mil. Além dos leilões a Exposição movimentou 1.430 cavalos de 16 Estados do País.

Medalhista é filha de criador

A amazona Luiza Almeida, 15 anos, que ganhou medalha de bronze por equipes na modalidade adestramento nos Jogos Pan-Americanos está planejando ter um time de cavalos de sua própria criação. Isso porque seu pai, Manuel Tavares de Almeida Filho, presidente do Banco Luso-brasileiro e titular da marca Velho Barreiro, cria cavalos da raça lusitana desde 1996. Com o nome de Coudelaria Rocas de Vouga, o sonho do criador é ver sua filha, que em menos de três anos chegou à nata do esporte, disputar um Pan- Americano ou olimpíada com um cavalo de criação própria.

Esteio espera arrecadar até R$ 5 milhões

Araça crioula terá o seu principal encontro entre os dias 22 de agosto e 2 de setembro em Esteio (RS), durante a Expointer, maior feira agropecuária daquele Estado. Durante o evento acontecerão quatro leilões, sendo um oficial da Associação dos Criadores do Cavalo Crioulo (ABCCC). O presidente da entidade, Henrique Teixeira, espera uma arrecadação entre R$ 3 milhões e R$ 5 milhões devido ao bom momento pelo qual passa o mercado.

“Muitos negócios também acontecem fora dos leilões, porque o melhor da criação estará aqui devido à variedade de oferta”, afirma. A principal atração, porém, serão as provas do “Freio de Ouro”, que seleciona os melhores exemplares da raça do ano em provas de trabalho e morfologia.

DISCO FINAL

No dia 21 de julho entrou em atividade o novo equipamento antidopagem do laboratório do Jockey Club de São Paulo. A novidade foi anunciada com exclusividade na edição de junho de DINHEIRO RURAL. A direção da entidade destacou que o principal objetivo do investimento é intensificar a segurança e transparência dos páreos.