Hippus

Adestramento no pódio

Adestramento no pódio

Divulgação

Formada pelos atletas Leandro da Silva, João Paulo dos Santos, João Victor Oliva e Sarah Waddell, a equipe de adestramento brasileira levou a medalha de bronze nos Jogos Pan-americanos 2015, no dia 12 de julho, em Toronto, no Canadá. Com essa, o País soma cinco medalhas de bronze em toda a história do Pan, sendo quatro por equipes e uma individual. Outro destaque do Brasil, no Pan deste ano, foi contar com três atletas entre as melhores dez pontuações: Silva em sexto lugar, Oliva em sétimo e Santos, em nono lugar. Dos 43 conjuntos cavalo-cavaleiro que iniciaram o Pan na modalidade, 21 conjuntos de 11 países se classificaram para a final.

Potro do futuro

O páreo final do 38º Grande Prêmio Potro do Futuro, da Associação Brasileira de Quarto de Milha, aconteceu no dia 11 de julho, no Jockey Club de Sorocaba (SP). Com uma premiação de R$ 138 mil, a grande vencedora foi a potra castanha Guapa Granite, de propriedade do Stud Viva Bahia e de criação de Erico de Oliveira Braga, que cruzou o disco final dos 402 metros aos 21s430.

Garotada de ouro

No início de julho, o Clube Hípico Santo Amaro, na capital paulista, sediou a final individual da futura geração do hipismo do País. O Campeonato Brasileiro Mini-mirim, Pré-mirim e Mirim reuniu 77 atletas de 8 a 14 anos. Na categoria Mini-mirim, o campeão foi o amazonense Leandro Duarte Alegrim. Na categoria Pré-mirim, o destaque foi o paulista João Victor Martins Fontes Custodio, e entre os Mirins, o paulista Thales de Lima Marino conquistou o título brasileiro.

Crioulo mato-grossense

O Estado de Mato Grosso tem despontado cenário nacional da criação do cavalo crioulo. No ano passado, o crescimento do plantel foi de 13,3%, chegando a 1,4 mil animais. Na região Centro-Oeste, de acordo com dados da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos, a alta chegou a 12,3%, acima da média nacional, em torno de 7,3%, para um plantel total de 377 mil animais.

Cânter

A maior festa do agronegócio gaúcho, a Expointer, que acontecerá de 29 de agosto a 6 de setembro, promete movimentar o município de Esteio, na região metropolitana de Porto Alegre, especialmente por conta da programação de provas da raça crioulo. O criador e presidente da associação dos criadores, José Luiz Laitano fala da importância dessa feira para a raça.

Em que medida essa feira é importante

Para a raça?
A importância é vital. Tanto para a associação, como para a própria Expointer, a presença dos criadores da raça contribuiu com 78% do volume de vendas de animais realizadas em leilões e também em negócios diretos na feira, no ano passado, por exemplo.

Quanto isso representou?
Foi R$ 9,7 milhões, ante o resultado total de R$ 12,4 milhões em vendas de animais na feira.

Qual principal novidade para 2015? 
Vamos mostrar a Cidade do Cavalo Crioulo, um espaço construído, no qual serão realizadas todas as provas eleilões da raça.

Quantos animais são esperados?
Estamos contando com cerca de 800 animais, incluindo a participação de criadores do Uruguai, da Argentina e do Paraguai. A expectativa é ter mil inscrições, em oito modalidades de provas.