Hippus

Congresso quartista

O Congresso Brasileiro da Raça Quarto de Milha movimenta o Parque de Exposições Fernando Cruz Pimentel, em Avaré (SP), entre 27 de abril e 1º de maio. O evento conta com quatro mil inscrições, 1,8 mil delas de competições funcionais, como apartação, rédeas, working cow horse, seis balizas, além de diferentes provas de laço. Serão 1,2 mil competidores de cerca de mil haras. “Vamos distribuir 700 troféus e premiação de R$ 500 mil”, diz Marcello Xavier, do departamento de esportes da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha, entidade promotora do Congresso. Além de provas e julgamentos, serão realizados cinco leilões, com 200 animais.

 

Festa lusitana

O maior evento do cavalo Lusitano nas Américas acontece, entre 25 e 29 de maio, no Clube Hípico de Santo Amaro (SP). Em sua 30ª edição, a Exposição Internacional da raça recebe 400 animais em julgamentos morfológicos e competições esportivas como adestramento, equitação de trabalho e à portuguesa, salto, volteio e demonstrações de arte equestre. Com júri internacional, a mostra reúne criadores de todos os continentes, que vão conferir a funcionalidade e genética dos animais brasileiros. A Expo é promovida pela Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Puro Sangue Lusitano

 

Museu equino

Berço do Mangalarga Marchador, a Fazenda Bela Cruz, em Cruzília (MG), foi escolhida para sediar o primeiro museu equino da América Latina. A proposta é resgatar e preservar a história da primeira raça nacional de cavalos.

 

 

Cavalos e celebridades

O American Saddlebred Museum, sediado no Kentucky Horse Park, na cidade de Lexington, no Estado do Kentucky, inaugurou uma exposição de fotos de celebridades da tevê, políticos e de atores de cinema com seus cavalos parceiros em filmes. Clark Gable e John Wayne são alguns deles. A mostra vai até 30 de dezembro. Infor-mações sobre visitas estão no site www.asbmuseum.org

 

Ginástica equestre

Modalidade de técnica e equilíbrio, o volteio consiste no cavaleiro fazer acrobacia sobre o lombo do cavalo enquanto ele é mantido no galope. O objetivo do esporte é aprimorar a harmonia e o sincronismo entre o atleta e o animal. A apresentação individual, em dupla ou em equipe, é acompanhada de um ritmo musical no qual os volteadores executam diferentes figuras, enquanto o “longeur” – geralmente o treinador – conduz o animal na guia.

 

Cânter

Sérgio Luiz Dobarrio de Paiva, presidente da Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Mangalarga, primeira entidade do setor a conquistar os benefícios da Lei de Incentivo ao Esporte (LIE).

Qual competição da raça será beneficiada pela LIE?

O Projeto Desportivo Mangalarga – a Copa de Andamento – nossa principal competição funcional, realizada há oito anos.

Quanto foi autorizado para captação e de que forma esses recursos serão usados? Um montante de R$ 218 mil, proveniente da dedução do Imposto de Renda, que poderá destinar, respectivamente, 1% e 6% para o projeto com aluguéis de recintos e o da infraestrutura de competição.

 

Que benefícios a conquista pode trazer para outras associações? Servirá de incentivo para que promovam suas raças e o setor de equinos se consolide como um importante segmento do agronegócio.