Negócios

“Seja resiliente, se relacione e cuide das pessoas”, diz fundador da Tirolez sobre empreender

Crédito: Geraldo Magela/Agência Senado

Fundada em Minas Gerais, a Tirolez conta com mais de 30 tipos de queijos e 120 SKUs (Crédito: Geraldo Magela/Agência Senado)

Para chegar ao título de empreendedor de sucesso não basta receber prêmios. É necessário ter uma empresa robusta e com um histórico pomposo, que dê credibilidade para o empresário e o trabalho que ele tem feito. Além disso, é necessário saber se adaptar, rapidamente, à todas as mudanças, diz o sócio-fundador da companhia de alimentos Tirolez, Cícero Hegg. O executivo está comemorando, neste ano, 40 anos de sua companhia.

“Depois de 40 anos à frente de um negócio, minha sugestão para aqueles que sonham em empreender ou já têm seu negócio é: seja resiliente, se relacione e cuide das pessoas. Para ter um negócio próprio, é fundamental gostar de gente, pois quem empreende só tem sucesso quando resolve uma questão, pela qual se há demanda, sem deixar de olhar para o coletivo”, ressalta Hegg.

+ Quarentena derruba consumo de queijos; Abiq busca forma de financiar estocagem
+ Governo francês compra 4 mil queijos maroilles para ajudar produtores

Fundada em Minas Gerais, a companhia conta com mais de 30 tipos de queijos e 120 SKUs (tipos de produto).

Hegg, ao longo desses anos, conseguiu dar corpo para o seu empreendimento. Hoje, a produção é dividida em seis fábricas no Brasil.

Uma delas está em Tiros, em Minas Gerais. O nome do município, por sinal, foi uma das inspirações para dar nome à empresa.

As demais plantas fabris estão em Carmo do Paranaíba e Arapuá, também em Minas Gerais, Monte Aprazível e Lins, em São Paulo, e Caxambu do Sul, em Santa Catarina.

Além das fábricas, a Tirolez também tem um centro de distribuição para toda a sua produção. O empreendimento está localizado, estrategicamente para a logística da companhia, em São Paulo.

A empresa atua hoje tanto no mercado nacional quanto no exterior. Os principais destinos dos seus queijos e demais produtos são a Ásia, Estados Unidos, África e Oriente Médio.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro