Notícias

Setor de defensivo deve realizar cadastro no Gedave de São Paulo

São Paulo, 25 – Empresas fabricantes, formuladoras, manipuladoras, importadoras, exportadoras, comerciantes, armazenadoras e unidades de devolução de embalagens vazias de defensivos agrícolas, com finalidades de uso agropecuário, têm até 30 de junho para se cadastrarem no Sistema de Gestão de Defesa Animal e Vegetal (Gedave), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Conforme comunicado da secretaria, o procedimento é necessário para monitorar a cadeia produtiva de defensivos agrícolas, desde a sua produção, venda, utilização nas propriedades e descarte de embalagens vazias.

Após o prazo de cadastro, a Coordenadoria de Defesa Agropecuária adequará as empresas ao sistema, para que no dia 1º de janeiro de 2020 possam informar a geração, a transferência e o uso dos produtos.

O não atendimento ao prazo implicará limitação ou suspensão de acesso ao Sistema Gedave e do defensivo, até que a regularização seja feita.