Economia

Setor de café terá um resultado positivo em março, projeta Rabobank

Crédito: Divulgação

Na comparação com janeiro de 2020, as exportações foram 22,1% menores (Crédito: Divulgação)

O setor brasileiro de café recuperou o leve enfraquecimento nas vendas registrado em fevereiro, aponta relatório do Rabobank, com base em dados ainda preliminares. Com o aumento nos processos do grão e um recuo nos preços dos fertilizantes, é esperado resultado positivo no consolidado de março.

Em relação à pandemia do novo coronavírus, a instituição pontua que, até o momento, não houve problemas relacionados à logística nos portos ou atividades de colheita.

O Brasil exportou, em fevereiro deste ano, 2,7 milhões de sacas de café. O volume representa uma queda de 24,3% em relação ao mesmo mês de 2019.

Na comparação com janeiro de 2020, as exportações foram 22,1% menores, de acordo com o documento.

+ Preços do café, milho, arroz, soja e trigo sobem em março, diz Cepea
+ Mesmo com pandemia, agronegócio registra estabilidade nas exportações no 1º tri
+ Comércio global deve cair entre 13% e 32% por conta do coronavírus, diz OMC

A analise indica que os preços dos cafés têm sido voláteis, além de uma melhoria no valor de misturas colombianas, em comparação com os grãos naturais brasileiros.

“Apesar da previsão positiva para a safra brasileira 2020/21, a demanda global ainda é boa e o aumento da tensão nos cafés lavados pode suportar os preços”, aponta o relatório.

 

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro