Economia

Soja bate recorde nominal negociada a R$ 132,80 e vendas para entrega futura têm fato inédito, diz Cepea

Crédito: Reprodução/Cepea

Pesquisadores do Cepea indicam que esse tipo de comercialização envolvendo o produto que será colhido daqui duas safras é um fato inédito (Crédito: Reprodução/Cepea)

Os preços da saca de 60 quilos de soja em grão quebrou o recorde nominal no Brasil, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq/USP).

Diante disso, vendas de soja para entrega entre fevereiro e julho de 2022 também já vêm sendo verificadas (safra 2021/22). Pesquisadores do Cepea indicam que esse tipo de comercialização envolvendo o produto que será colhido daqui duas safras é um fato inédito.

+ Brasil deve ser o principal player de soja nos próximos 10 anos, prevê Rabobank
+ Soja: Anec aumenta expectativa de exportação em agosto para 6,582 milhões de t 

Na parcial de agosto, até o dia 21, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa Paranaguá (PR) apresentou expansão de 11,5%. Com isso, a saca de 60 quilos foi negociada a R$ 132,80, maior patamar nominal da série histórica do Cepea, iniciada em março de 2006.

Considerando termos reais, “os valores negociados na última semana se aproximam do patamar recorde da série do Cepea, de R$ 139,20”, destaca o Centro. Esse valor foi registrado em setembro de 2012, tendo em vista que as médias são deflacionadas pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna, da Fundação Getulio Vargas, de julho de 2020.

“Além do baixo excedente interno, o movimento de alta está atrelado à apreciação do dólar frente ao real, que mantém a commodity brasileira mais atrativa aos importadores. Além disso, a demanda doméstica por novos lotes de grãos também está firme, tendo em vista a aquecida procura por farelo e óleo de soja”, avaliam os pesquisadores do Cepea, por nota.

Outro índice de preços, o Indicador CEPEA/ESALQ Paraná, também registrou seu novo teto nominal. Avançou 13,9% na parcial deste mês, indo para R$ 126,96 por saca de 60 kg na sexta-feira (21). O valor é o maior patamar real (deflacionado) desde setembro de 2012, quando a média mensal foi de R$ 132,95 por saca.

O recorde real do Indicador CEPEA/ESALQ Paraná é de R$ 149,71. O valor por saca de 60 quilos foi registrado em outubro de 2002.

 

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?