• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 185 08.04Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 185 08.04Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias05/01/2022

SP planeja vacinar todas as crianças de 5 a 11 anos em três semanas, diz Doria

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo05/01/22 - 13h19min

O governo de São Paulo estima concluir em até três semanas a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19, a partir do recebimento das doses encaminhadas pelo governo federal. A previsão foi feita nesta quarta-feira, 5, pelo governador João Doria (PSDB), que apresentou alguns pontos do plano de imunização para a faixa etária.

O tucano detalhou que o Estado teria condições de vacinar 250 mil crianças por dia, em público total de 4,3 milhões com idades entre 5 e 11 anos. Ele afirmou também que São Paulo possui estrutura de 5,2 mil postos de vacinação e ainda lembrou que as escolas estaduais também funcionarão como ponto de aplicação - até o momento, 268 unidades se cadastraram para isso.

O governador voltou a criticar o governo federal por ainda não ter iniciado a vacinação deste público-alvo, mesmo com a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

"Tendo a vacina aprovada há quase um mês pela Anvisa é entristecedor e revoltante que a aplicação não tenha começado. Isso revela a indiferença do governo federal com a vida, com a saúde, o que revolta mais porque se trata de crianças", reclamou o tucano, que é pré-candidato à Presidência da República em 2022.

Doria também disse que a gestão estadual aguarda aval da Anvisa para aplicação da Coronavac em crianças. Caso haja autorização do órgão, o Instituto Butantan teria 12 milhões de doses à disposição para uso.

Do total de crianças elegíveis para vacinação no Estado, 850 mil possuem comorbidades e deficiências ou são indígenas e quilombolas. O governo paulista já adquiriu 4,5 milhões de seringas e agulhas de 1 ml para aplicar o imunizante e abriu processo de compra da mesma quantidade de material para a segunda dose.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
coronavírus